Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1320
Tipo do documento: Dissertação
Título: Efeito da terapia LED de baixa potência sobre o reparo do músculo esquelético após criolesão
Título(s) alternativo(s): Effect of low power LED therapy on repair of skeletal muscle after cryoinjury
Autor: Melo, Claudia Aparecida Viana de 
Primeiro orientador: Ferrari, Raquel Agnelli Mesquita
Primeiro coorientador: Fernandes, Kristianne Porta Santos
Primeiro membro da banca: Ferrari, Raquel Agnelli Mesquita
Segundo membro da banca: Nunes, Fabio Daumas
Terceiro membro da banca: Silva, Daniela de Fátima Teixeira da
Resumo: A fototerapia tem demonstrado efeitos positivos sobre a modulação do processo de regeneração muscular, contudo a maioria dos estudos que evidenciaram estes efeitos utilizou como fonte de luz o laser de baixa potência (LBP) enquanto que estudos mais recentes também começaram a investigar possíveis efeitos da terapia utilizando diodo emissor de luz (TLED) durante o reparo tecidual. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos da TLED sobre os aspectos morfológicos do tecido muscular, remodelamento de colágeno e a atividade da metaloproteinase de matriz 2 (MMP-2) em músculo esquelético de ratos após lesão aguda. Foram utilizados ratos Wistar, divididos em 04 grupos: (1) Controle; (2) Sham; (3) Criolesão; (4) Criolesão e TLED. A criolesão foi induzida por meio de duas aplicações de bastão resfriado em nitrogênio líquido diretamente sobre o ventre do músculo tibial anterior (TA). Para o tratamento foi utilizado o equipamento LED (comprimento de onda: 850 nm, potência de saída: 30 mW, área do feixe de 1 cm2 e energia total de 3.2J) e a aplicação foi realizada diariamente. Os períodos de análise foram 1, 3 e 7 dias. Os aspectos morfológicos foram avaliados por coloração de H&E, a quantidade e distribuição das fibras colágenas pela coloração de picrosirius sob luz polarizada e atividade gelatinolítica da MMP-2 pela técnica zimográfica. Os resultados demonstraram que a TLED reduziu de forma significativa o infiltrado de células inflamatórias totais após 3 dias (p < 0,001), além de aumentar o número de fibras musculares imaturas após 7 dias (p < 0,01). Além disso, a TLED promoveu redução na atividade gelatinolítica da MMP-2 após 1 (p>0,05) 3 (p<0.01) e 7 (p<0,01) dias quando comparado aos grupos somente lesionados que não receberam tratamento e induziu aumento na deposição de fibras colágenas após 3 e 7 dias nos grupos tratados (p<0,01). Conclusão: A terapia LED 850 nm promoveu uma significativa redução da a inflamação, houve a diminuição da atividade da MMP2 e o aumento das fibras de colágeno durante o processo de reparo muscular após criolesão.
Abstract: Phototherapy has shown positive effects on the modulation of the muscle regeneration process. Most studies that have shown effects used low-power lasers (LBPs) as light sources. However, more recent studies have also begun to investigate the possible effects of therapy using LED (TLED) during tissue repair. The objective of this study was to evaluate the effects of TLED on the morphology of muscle tissue, as well as on collagen remodeling and matrix metalloproteinase 2 (MMP-2) activity, in the skeletal muscle of rats after acute injury. Wistar rats were divided into 4 groups: (1) control; (2) sham; (3) cryoinjury; and (4) cryoinjury and TLED. The cryoinjury was induced by two metal probe applications cooled in liquid nitrogen directly onto the belly of the tibialis anterior (TA). For the treatment, the LED equipment (wavelength: 850 nm, output power: 30 mW, beam area of 1 cm² and total energy of 3.2J) was used daily. The study periods were 1, 3 and 7 days. The morphological aspects were evaluated by H&E staining, the amount and distribution of collagen fibers using picrosirius staining under polarized light and the gelatinase activity of MMP-2 using the zymography technique. The results showed significant reductions in inflammatory infiltrate after 3 days (P < 0.001) and an increased number of immature muscle fibers after 7 days (P < 0.01). Furthermore, the treatment induced a reduction in gelatinolytic activity of MMP-2 after 1 (p > 0.05), 3 (p < 0.01) and 7 (p < 0.01) days, when compared to the non-treated injured groups, and increased the deposition of collagen after 3 and 7 days in the treated groups (p < 0.01). Conclusion: LED 850 nm therapy produced a significant reduction in inflammation, decreased MMP2 activity and increased numbers of immature muscle and collagen fiber during the muscle repair process following acute injury.
Palavras-chave: lesão
músculo esquelético
fototerapia
diodo emissor de luz
regeneração
colágeno
LED therapy
skeletal muscle
collagen
inflammation
MMP2
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: UNINOVE
Departamento: Saúde
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação
Citação: Melo, Claudia Aparecida Viana de. Efeito da terapia LED de baixa potência sobre o reparo do músculo esquelético após criolesão. 2015. 65 f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://bibliotecadigital.uninove.br/handle/tede/1320
Data de defesa: 2-Dez-2015
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Claudia Aparecida Viana de Melo.pdfClaudia Aparecida Viana de Melo1,22 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.