Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/716
Tipo do documento: Dissertação
Título: Previsibilidade da competividade empresarial: um estudo com indicadores de desempenho organizacional.
Autor: Reckziegel, Valmor 
Primeiro orientador: Silva, Dirceu da
Primeiro membro da banca: Contador, José Celso
Segundo membro da banca: Brito, Luiz Artur Ledur
Terceiro membro da banca: Costa, Benny Kramer
Quarto membro da banca: Lopes, Evandro Luiz
Resumo: Pesquisadores do campo da estratégia reconhecem em seus estudos que as organizações são diferentes e por razões de influência interna e externa, possuem desempenho diferente. A diferença de desempenho torna algumas empresas superiores a outras e esse fenômeno é definido no campo de pesquisas em estratégia empresarial como vantagem competitiva. Considerando o amplo debate sobre o tema, alguns autores mencionam a necessidade de construir uma métrica capaz de prever a competitividade e essa busca por indicadores da vantagem competitiva tem mostrado a falta de consenso entre os pesquisadores do campo da estratégia em definir efetivamente um constructo capaz de prever a sustentabilidade da vantagem competitiva das organizações ao longo do tempo. Assim, o presente estudo buscou validar o grau de competitividade de uma empresa, medido, num determinado período de tempo, por uma adequada métrica resultante de uma combinação de indicadores, capaz de prever sua posição competitiva pelo período de alguns anos, de modo a contribuir com a teoria da competitividade no constructo de uma métrica. Alguns estudos, McGahan e Porter (1997), Wiggins e Ruefli (2002), Combs, Crook e Shook (2005), Brito e Brito (2012b), Santos e Brito (2012)e Brito, Chaddad e Lazzarini (2013) têm contribuído para o preenchimento desta lacuna. Esta pesquisa tem carácter quantitativo, os dados foram analisados pelo teste de análise discriminante no software SPSS (Statistical Package for the Social Sciences), adotando a técnica de análise fatorial exploratória (varimax componentes principais) com salve da reta de regressão em fator único (criação de escore de classificação de cada empresa) para o período 1, classificando as empresas em três grupos (alto, médio e baixo) e a seguir aplicada a análise discriminante com a variável de classificação do período 1 em relação às variáveis do grupo 2. A amostra das empresas foram extraídas do banco de dados da economatica, no período de 2005-2007 e 2010-2012, comparados de modo a verificar a probabilidade de prever a competitividade das empresas no segundo período com base na posição competitiva no primeiro. Os resultados do estudo indicam que as métricas de desempenho, especificamente rentabilidade do patrimônio líquido combinadas com as medidas de crescimento (das vendas, do lucro e do ativo) são capazes de prever a competitividade na amostra pesquisada. Conclui-se, portanto, em complemento aos estudos que abordam medidas de competitividade empresarial, que a combinação de indicadores melhor explica o fenômeno da competitividade, e que, poucos atores na amostra pesquisada conseguem mudar sua posição competitiva no tempo, reforçando os pressupostos da Visão Baseada em Recursos (RBV).
Abstract: Researchers in the field of strategy in their studies recognize that organizations are different reasons and influence internal and external, have different performance. The performance difference makes some companies more than others, and this phenomenon is defined in the field of research in business strategy for competitive advantage. Considering the wide debate on the subject, some authors mention the need to build a metric can predict the competitiveness and this search for indicators of competitive advantage has shown a lack of consensus among researchers in the field of strategy to define a construct capable of effectively predict the sustainability of the competitive advantage of organizations over time. Thus, this study aimed at validating the degree of competitiveness of a company, measured over a given period of time, an appropriate measure resulting from a combination of indicators, can provide competitive position for a period of several years in order to contribute with the theory of competitiveness construct a metric. Some studies, McGahan and Porter (1997), Wiggins and Ruefli (2002), Combs, Shook and Crook (2005), Brito and Brito (2012b), Santos and Brito (2012) and Brito, Chaddad and Lazzarini (2013) have contributed to filling this gap. This research is a quantitative, data were analyzed by the test of discriminant analysis in SPSS (Statistical Package for the Social Sciences), adopting the technique of exploratory factor analysis (varimax - principal components) to "save" of the linear regression factor single (creating score ranking of each company) for the period 1, classifying the companies into three groups (high, medium and low) and then applied to discriminant analysis with variable grading period 1 compared to group 2 variables . The sample companies were extracted from the database of economatica in 2005-2007 and 2010-2012, compared to ascertain the probability of predicting the competitiveness of enterprises in the second period based on competitive position in the first. The study results indicate that performance metrics, specifically profitability of equity combined with measures of growth (sales, profit and assets) are able to predict competitiveness in this sample. We conclude therefore, in addition to studies on measures of business competitiveness, the combination of indicators that best explains the phenomenon of competitiveness, and that few actors in this sample can change your competitive position in time, reinforcing the Resources Based View (RBV).
Palavras-chave: Competitividade
Indicadores de Vantagem Competitiva
Métrica de Competitividade
Competitive Edge
Indicators of Competitive Advantage
Metrics of Competitive Edge
Área(s) do CNPq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: Uninove
Departamento: Administração
Programa: Programa de Pós-Graduação em Administração
Citação: RECKZIEGEL, Valmor. Previsibilidade da competividade empresarial: um estudo com indicadores de desempenho organizacional.. 2013. 131 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Nove de Julho, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/716
Data de defesa: 15-Ago-2013
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
B_Valmor Reckziegel.pdf1,94 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.