Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1271
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação e reabilitação de pacientes hospitalizados por doenças pulmonares agudas e crônicas agudizadas
Título(s) alternativo(s): Evaluation and rehabilitation of patients hospitalized for acute and descompensated chronic pulmonary disease
Autor: José, Anderson 
Primeiro orientador: Dal Corso, Simone
Primeiro membro da banca: Dal Corso, Simone
Segundo membro da banca: Lunardi, Adriana Cláudia
Terceiro membro da banca: Costa, Dirceu
Quarto membro da banca: Moreno, Marlene Aparecida
Quinto membro da banca: Lanza, Fernanda de Cordoba
Resumo: Introdução: Os efeitos de um programa de treinamento físico ainda não foram avaliados em pacientes hospitalizados por pneumonia adquirida na comunidade (PAC). Adicionalmente, o uso de testes de campo que avaliam a capacidade funcional (CF) nos pacientes hospitalizados por doenças pulmonares agudas precisa ser solidamente estudado neste contexto. Objetivos: Artigo 1: avaliar a reprodutibilidade do teste de caminhada dos seis minutos (TC6) e do Glittre ADL-test (GT) em pacientes hospitalizados por doenças pulmonares agudas; Artigo 2: avaliar a CF por meio do teste do degrau de Chester (TDC) e do teste do degrau incremental modificado (TDIM) e a sua segurança em pacientes hospitalizados por doenças pulmonares agudas e Artigo 3: Comparar os efeitos de um programa de treinamento físico na capacidade funcional, força muscular periférica e qualidade de vida com a fisioterapia respiratória em pacientes hospitalizados por PAC. Métodos: Artigo 1: 81 pacientes realizaram dois TC6 e GT, em ordem randomizada em duas visitas. Artigo 2: 77 pacientes realizaram o TDC e o TDIM e foram comparados a um grupo controle de 20 voluntários saudáveis. Artigo 3: 41 pacientes foram aleatorizados em dois grupos: O Grupo Controle (14 pacientes) realizou o programa de fisioterapia e o Grupo Experimental (27 pacientes) realizou o programa de treinamento físico durante oito dias consecutivos. Resultados: Artigo 1: As distâncias do TC6 [349m (285–419) e 363m (288–432); CCI: 0,97(0,95-0,98)] foram reprodutíveis, assim como o tempo do GT [286s (220–378) e 244s (197–323); CCI: 0,91(0,95-0,96)], mas com uma grande variabilidade observada pelos largos limites de concordância na análise de Bland-Altman. Artigo 2: os pacientes escalaram 66±63 degraus no TDC e 113 ± 121 no TDIM (P<0,05). Os testes se correlacionaram com o TC6 (TDC, r=0,54 e TDIM, r=0,61) e não ocorram complicações durante a execução dos testes. Em comparação ao grupo controle, os pacientes apresentaram um menor número de degraus nos dois testes. Artigo 3: Os testes de CF inicial e final dos Grupos Controle (GC) e Experimental (GE), respectivamente, foram: Shuttle Walk Teste Incrementale (ISWT): de 327±93 m e 367±88 m (P=0,87) para 363±131m e 555±171m (P<0,0001); de GT: 219±47s e 205±38s (P=0,77) para 213±46s e 152±33s (P<0,0001). Os pacientes do GE também apresentaram melhora significante na qualidade de vida (QV), aumento da força muscular periférica (FMP) e diminuição da dispneia. Os grupos não diferiram quanto à função pulmonar, evolução e tempo de hospitalização. Conclusão: O TC6 e o GT foram reprodutíveis, porém, devido à grande variabilidade dos resultados, dois testes são necessários para obter medidas confiáveis. O TDC e o TDIM mostraram-se seguros e podem ser usados para avaliar a CF de pacientes hospitalizados. Os efeitos do programa de treinamento físico comparado ao tratamento fisioterapêutico promoveu uma melhora da CF, aumento da FMP, melhora da dispneia e da QV. O tipo de tratamento não esteve associado ao tempo de hospitalização.
Abstract: Background: The effects of exercise training have not been evaluated in patients hospitalized with acquired pneumonia (CAP). Additionally, the field tests that assess functional capacity (FC) need to be more solidly studied in patients hospitalized for acute pulmonary diseases. Objectives: Article 1: To assess the reproducibility of the six-minute walk test (6MWT) and Glittre ADL-test (GT) in patients hospitalized for acute pulmonary diseases; Article 2: To evaluate FC and safety of the Chester step test (CST) and the modified incremental step test (MIST) in patients hospitalized for acute lung diseases and Article 3: Compare the effects of a physical training program with respiratory physiotherapy in patients hospitalized for CAP on peripheral muscle strength, functional capacity and quality of life. Methods: Article 1: 81 patients underwent two 6MWT and GT, in randomized order on two visits. Article 2: 77 patients underwent CST and MIST and were compared to a control group of 20 healthy volunteers. Article 3: 41 patients were randomized into two groups: For eight consecutive days, the control group (CG, 14 patients) performed respiratory physiotherapy program and the experimental group (EG, 27 patients) performed physical training program. Results: Article 1: 6MWT was reproducible [349 m (285-419) and 363 m (288-432); ICC: 0.97(0.95-0.98)], and time in GT [286s (220-378) and 244s (197-323); ICC: 0.91(0.95-0.96)], but with a huge variability in the results was observed by the large limits of agreement in the Bland-Altman analysis. Article. 2: patients in CST climbed 66±63 steps and 113±121 steps in MIST (P < 0.05). The tests correlated with the 6MWT (CST, r=0.54 and MIST, r= 0.61) and no adverse events were observed. Compared to the control group, patients had a lower number of steps in the two tests. Article 3: The FC tests initial and final of CG and EG, respectively, were: Shuttle Walk Teste Incremental (ISWT): from 327±93m and 367±88m (P=0.87) to 363±131m and 555±171m (P<0.0001); GT: from 219±47s and 205±38s (P=0.77) to 213±46s and 152±33s (P<0.0001). EG patients also showed significant improvement in the quality of life (QoL), increase in peripheral muscle strength (PMS) and decrease in dyspnea. The groups did not differ in terms of lung function, evolution, and time of hospitalization. Conclusion: The 6MWT and the GT were reproducible, however, due to the large variability of the results, two tests are needed to obtain reliable measurements. The CST and MIST showed to be safe and can be used to assess FC in hospitalized patients. The effects of exercise training program compared to physiotherapy treatment promoted an improvement in FC, increase in PMS, improve dyspnea and QoL. The treatment was not associated with the time of hospitalization.
Palavras-chave: Fisioterapia
doenças pulmonares
teste de esforço
qualidade de vida
força muscular
Physical therapy specialty
lung diseases
exercise test
quality of life
muscle strength
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: UNINOVE
Departamento: Saúde
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação
Citação: José, Anderson. Avaliação e reabilitação de pacientes hospitalizados por doenças pulmonares agudas e crônicas agudizadas. 2014. 130 f Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bibliotecadigital.uninove.br/handle/tede/1271
Data de defesa: 19-Dez-2014
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Anderson Jose.pdfAnderson José951,45 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.