???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1518
Tipo do documento: Tese
Título: Resiliência organizacional: o caso da ação afirmativa na UFMT
Título(s) alternativo(s): Organizational resilience: the affirmative action case in the Federal University of Mato Grosso
Autor: Albuquerque, Rosa de Almeida Freitas
Primeiro orientador: Pedron, Cristiane Drebes
Primeiro membro da banca: Pedron, Cristiane Drebes
Segundo membro da banca: Rodrigues, Leonel Cezar
Terceiro membro da banca: Costa, Priscila Rezende da
Quarto membro da banca: Costa, Cândida Soares da
Quinto membro da banca: Oliveira, Ozerina Victor de
Resumo: Organizações resilientes adaptam-se à adversidade, porque a resiliência permite às organizações absorver a complexidade e emergir de situações por ter maior repertório de soluções. Tais situações são vivenciadas por Instituições de Ensino Superior (IES), em especial diante das políticas de ações afirmativas (PAA). As ações afirmativas constituem um conjunto de políticas públicas que visam à promoção de direitos do grupo excluído para garantir, a médio e longo prazo, o acesso equânime às mesmas oportunidades de emprego e de educação. Este estudo, de natureza qualitativa e exploratória, teve como objetivo analisar como as capacidades resilientes de uma IES influenciam a implementação das políticas de ações afirmativas na visão de seus gestores, estudantes, técnicos e docentes. Para tanto, foi realizado um estudo de caso único em uma IES Federal pública – Universidade Federal do Mato Grosso. Os dados foram coletados principalmente por meio de entrevistas, mas também análise de documentos secundários e observação direta. As principais contribuições do estudo estão em propor um modelo descritivo de construção das características resilientes para a implementação das PAA nas IES e a discussão de cinco proposições de pesquisa elaboradas à luz do referencial teórico estudado tendo em vista os dados coletados no estudo de caso. Os resultados indicam que a consciência da situação, a identificação das vulnerabilidades mais importantes, a colaboração entre os elementos organizacionais e a capacidade de adaptação desempenham forte influência na capacidade resiliente da IES para implementar as políticas de ações afirmativas.
Abstract: Resilient organizations adapt to adversities because resilience allows the organizations to absorb complexity and emerge from situations for having larger repertoire of solutions. Such situations are experienced by Higher Education Institutions (HEIs) mainly in the face of affirmative action policies (AAP). The affirmative actions constitute a set of public policies aimed at promoting the rights of the excluded group to ensure, in the medium and long term, equal access to the same opportunities for employment and education. This study, of a qualitative and exploratory nature, aimed at analyzing how the resilient capacities of a HEI influence the implementation of the affirmative action policies from the point of view of their managers, students, technicians and teachers. For this reason, a single case study was carried out in a public HEI – Federal University of Mato Grosso. The data were collected mainly through interviews but also through analysis of secondary documents and direct observation. The main contributions of the study are in proposing a descriptive model of construction of resilient characteristics for the implementation of the AAP in the Higher Education Institutions (HEIs), and the discussion of five research proposals developed in light of the theoretical framework studied, taking into account the data collected in the case study. The results show that situation awareness, identification of the most important vulnerabilities, collaboration between the organizational elements and capacity of adaptation have a strong influence on the resilient capacities of the HEIs to implement the affirmative action policies.
Palavras-chave: resiliência organizacional
políticas das ações afirmativas
instituição de ensino superior
instituição pública brasileira
organizational resilience
affirmative action policies
higher education institution
brazilian public institution
Área(s) do CNPq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: UNINOVE
Departamento: Administração
Programa: Programa de Pós-Graduação em Administração
Citação: Albuquerque, Rosa de Almeida Freitas. Resiliência organizacional: o caso da ação afirmativa na UFMT. 2016. 219 f. Tese( Programa de Pós-Graduação em Administração) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1518
Data de defesa: 29-Jun-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rosa de Almeida Freitas Albuquerque.pdfRosa de Almeida Freitas Albuquerque1,46 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.