???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1759
Tipo do documento: Dissertação
Título: Framework para gestão de riscos no transporte rodoviário de produtos perigosos para contribuir com a melhoria da mobilidade urbana
Título(s) alternativo(s): Framework for risk management in hazardous materials road transportation to improve urban mobilty
Autor: Pompone, Eduardo Cabrini 
Primeiro orientador: Oliveira Neto, Geraldo Cardoso de
Primeiro membro da banca: Oliveira Neto, Geraldo Cardoso de
Segundo membro da banca: Kniess, Cláudia Terezinha
Terceiro membro da banca: Oliveira, Edson Aparecida de Araujo Querido
Resumo: O crescimento das áreas urbanas estimula o consumo e, consequentemente, a produção industrial. Com isso, por serem os produtos químicos consumidos por quase todas as indústrias, seu fluxo de distribuição vem aumentando nas cidades. Por natureza, esses produtos oferecem riscos à sociedade e ao meio ambiente. A intensificação do fluxo aumenta, portanto, a exposição da sociedade a tais riscos. Dessa maneira, a gestão de riscos no transporte de produtos perigosos é um tema de preocupação gerencial, de gestão pública e acadêmica. O objetivo desta pesquisa é propor framework para gestão de riscos no transporte de produtos perigosos para contribuir com a melhoria da mobilidade urbana. O método adotado iniciou-se com a revisão bibliométrica e sistemática da literatura para a identificação dos fatores de risco, ações de mitigação e ações de resposta no transporte de produtos perigosos. Esses elementos compuseram o framework teórico analisado empiricamente em três estudos de caso de acidentes no transporte de produtos perigosos ocorridos na Região Metropolitana de São Paulo entre os anos de 2006 e 2016. Os casos foram selecionados pela repercussão dos acidentes, pela ocorrência de vítimas e pela disponibilidade dos entrevistados. A coleta de dados dos múltiplos casos ocorreu por meio de pesquisa documental, entrevistas semiestruturadas e observação direta. Os resultados demonstraram que não há correspondência linear entre risco, mitigação e resposta: os elementos organizam-se sob a forma de um leque variado de fatores de risco que converge para um grupo menor e central de incidentes possíveis, que novamente diverge para um leque maior de consequências. Nessa estrutura, existem ações que podem evitar que os fatores de risco acionem o incidente (ações de mitigação) ou que o incidente se desdobre em consequências (ações de resposta). Caso os desdobramentos ocorram e atinjam o meio, são necessárias, ainda, ações de remediação dos impactos (plano de resiliência). A estrutura descrita mostrou-se bem representada pela ferramenta do tipo bow-tie. A ferramenta construída mostrou-se adequada para gestão de riscos no transporte de produtos perigosos. Ademais, foi possível concluir que: (i) para cada risco há, ao menos, uma mitigação associada; (ii) para cada incidente, há diferentes respostas possíveis, dependendo, neste caso, das características do acidente; (iii) para respostas ineficientes, desdobramentos poderão ocorrer, sendo necessárias medidas de resiliência; (iv) há ações de mitigação transversais, como o treinamento e levantamento de informações sobre o transporte que têm potencial de mitigar riscos diversos; (v) elementos no cenário brasileiro de transporte de produtos perigosos, ainda não relatados na literatura, devem ser considerado no framework, como o risco de segurança pública (e as ações de mitigação “uso de semáforos inteligentes”, “melhoria da segurança pública” e “uso de escolta de carga”) e compensações financeiras como ação do plano de resiliência.
Abstract: Urban areas growth stimulates consumption and, consequently, industrial production. As a result, as the chemicals are consumed by almost all industries, their distribution flow is increasing in cities. By their nature, these products pose risks to society and the environment. Therefore, the intensification of the flow increases the society's exposure to such risks. In this scenario, risk management in the transportation of dangerous products is a topic of academic, public management and managerial concern. The objective of this research is to propose a framework for risk management in the transportation of dangerous products to contribute to urban mobility improvement. The method adopted began with the bibliometric and systematic literature review for the identification of risk factors, mitigation measures and response actions in the transport of dangerous products. These elements made up the theoretical framework analyzed empirically in three case studies of accidents in the transport of dangerous products occurred in the Metropolitan Region of São Paulo from 2006 to 2016. Cases were selected due to the repercussions of the accidents, the occurrence of victims and the availability of respondents. Data collection of multiple cases occurred through documentary research, semi-structured interviews and direct observation. The results showed that there is no linear correspondence between risk, mitigation and response: the elements organize themselves in the form of a broad range of risk factors that converges to a smaller and central group of possible incidents, which, again, diverge for a wider range of consequences. In this structure, there are actions that can prevent the risk factors from triggering the incident (mitigation actions) or that the incident unfolds into consequences (response actions). If the unfolding occurs and reaches the environment, remediation actions of impacts (resilience plan) are also necessary. The structure described was well represented by the bow-tie type tool. It was shown that the tool is suitable for risk management in transporting dangerous products. In addition, it was possible to conclude that: (i) for each risk there is at least one associated mitigation; (ii) for each incident, there are different possible responses, depending, in this case, on the accident characteristics; (iii) for inefficient responses, unfolding consequences may occur, requiring resilience measures (iv) there are transversal mitigation actions, such as the training and collection of transport information, that have the potential to mitigate diverse risks; (v) elements in the Brazilian scenario of dangerous products transportation, that were not yet reported in the literature, should be considered in the framework, such as public safety risk (and associated mitigation actions "use of intelligent traffic lights", "improvement of public safety", "use of cargo escort") and financial compensation as a resilience plan action.
Palavras-chave: transporte de produtos perigosos
logística urbana
acidentes rodoviários
gestão de riscos
cidades
hazardous materials transportation
city logistics
road accidents
risk management
cities
Área(s) do CNPq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: UNINOVE
Departamento: Administração
Programa: Programa de Mestrado em Cidades Inteligentes e Sustentáveis
Citação: Pompone, Eduardo Cabrini. Framework para gestão de riscos no transporte rodoviário de produtos perigosos para contribuir com a melhoria da mobilidade urbana. 2017. 110 f. Dissertação( Programa de Mestrado em Cidades Inteligentes e Sustentáveis) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1759
Data de defesa: 27-Jun-2017
Appears in Collections:Programa em Mestrado em Cidades Inteligentes e Sustentáveis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Eduardo Cabrini Pompone.pdfEduardo Cabrini Pompone2,49 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.