???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1825
Tipo do documento: Tese
Título: Efeitos da ventilação mecânica não invasiva na mobilidade e assincronia tóraco-abdominal em pacientes com DPOC
Título(s) alternativo(s): Effects of non-invasive ventilation in thoraco-abdominal mobility in patients with COPD
Autor: Dias, Fernanda Dultra
Primeiro orientador: Costa, Dirceu
Primeiro membro da banca: Costa, Dirceu
Segundo membro da banca: Sampaio, Luciana Maria Malosá
Terceiro membro da banca: Corso, Simone Dal
Quarto membro da banca: Carvalho, Celso Ricardo Fernandes
Quinto membro da banca: Yamaguti, Wellington P. dos S.
Resumo: Introdução: A VMNI vem se mostrando um recurso adjuvante ao tratamento de pacientes com DPOC estável ou na exacerbação.No entanto pouco se sabe sobre a ação que a VNI promove na mobilidade tóraco abdominal e se é capaz de promover melhora da assincronia respiratória. Objetivos: Avaliar os efeitos da VNI na mobilidade e sincronia tóraco-abdominal, comparando as variáveis em respiração espontânea e durante o uso de VNI em pacientes com DPOC por meio da OEP. Método: Dois grupos de indivíduos (GC com 14 saudáveis e DPOC com 16 pacientes) foram avaliados em relação à assincronia toraco-abdominal, às variáveis respiratórias e àcontrubuição de cada compartimento torácico, utilizando-se um pletismógrafo OEP System (BTS, Italy) em respiração espontânea e com aplicação de dois modos de VMNI. Resultados: Os pacientes com DPOC avaliados apresentaram ATA em repouso, observou-se também que o DPOC apresentou assincronia em todos os compartimentos em relação ao Saudável, que por sua vez sempre manteve seu AF próximo a zero e quando se observa somente o grupo DPOC, o uso de ambas as modalidades de VMNI promovem diminuição da assincronia no compartimento CTS vs ABD e as principais alterações encontradas no grupo DPOC estão relacionadas a distribuição da contribuição e ação de cada compartimento toracico. Conclusão: Há ATA em pacientes com DPOC, mesmo em situação de repouso, o grau de obstrução das vias aéreas desses pacientes não se correlaciona com a presença de assincronia toracoabdominal, o uso de VMNI no modo pressão positiva contínua nas vias aéreas é capaz de melhorar a sincronia tóraco-abdominal em pacientes com DPOC, assim como a utilização de alguns níveis pressóricos de Bilevel e que a VMNI é capaz de promover alterações na contribuição compartimental sem promover alterações significativas nas variáveis respiratórias nos pacientes com DPOC comparando com saudáveis pareados por idade.
Abstract: Introduction: The VMNI has been showing an adjuvant treatment resource for patients with stable COPD or exacerbation. However little is known about the action that the NIV promotes in thoracic and abdominal and mobility if it is able to promote improvement of asynchrony. Objectives: to evaluate the effects of the NIV in thoracic and abdominal mobility, comparing variables in spontaneous breathing and during the use of NIV in patients with COPD by OEP. Methods: Two groups of individuals (GC with 14 healthy and COPD with 16 patients) were assessed in relation to the thoracic-abdominal asynchrony, respiratory and àcontrubuição variables of each thoracic compartment using a Plethysmograph SPOS System (BTS, Italy) in spontaneous breathing and with two VMNI modes. Results: Patients with COPD evaluated presented ATA in home, we also observed that the COPD asynchrony in all compartments in relation to healthy, which in turn has always maintained its AF next to zero and when it observes only the COPD group, using both methods of VMNI promote decrease of asynchrony in compartment CTS vs. ABD and the key changes found in the COPD group are related to the distribution of aid and action of each compartment toracico. Conclusion: There are ATA in patients with COPD, even at home, the degree of airway obstruction of these patients correlates with the presence of asynchronous Thoracoabdominal, the use of VMNI in the mode continuous positive airway pressure is able to improve thoracic abdominal synchrony in patients with COPD, as well as the use of some blood pressure to A6 led and that the VMNI is able to promote changes in compartmental contribution without promoting significant changes in respiratory variables in patients with COPD compared with age-matched healthy.
Palavras-chave: DPOC
ângulo de fase
assincronia-toraco-abdominal
COPD
phase angle
asynchrony-thoracic-abdominal
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: UNINOVE
Departamento: Saúde
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação
Citação: Dias, Fernanda Dultra. Efeitos da ventilação mecânica não invasiva na mobilidade e assincronia tóraco-abdominal em pacientes com DPOC. 2016. 89 f. Tese( Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1825
Data de defesa: 18-Dec-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fernanda Dultra Dias.pdfFernanda Dultra Dias1,11 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.