???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1842
Tipo do documento: Tese
Título: Relação entre os marcadores inflamatórios e força muscular periférica em pacientes com asma moderada a grave: ensaio clínico controlado e randomizado dos efeitos do treinamento resistido associado a fotobiomodulação
Título(s) alternativo(s): Relationship between inflammatory markers and peripheral muscle strength in patients with difficult-to-control asthma: a controlled and randomized clinical trial of the effects of resistance training associated with LED's photobiomodulation
Autor: Costa, Ivan Peres 
Primeiro orientador: Sampaio, Luciana Maria Malosá
Primeiro coorientador: Corso, Simone Dal
Segundo coorientador: Cahalin, Lawrence Patrick
Primeiro membro da banca: Sampaio, Luciana Maria Malosá
Segundo membro da banca: Costa, Dirceu
Terceiro membro da banca: Carvalho, Paulo de Tarso Camillo de
Quarto membro da banca: Stirbulov, Roberto
Quinto membro da banca: Cahalin, Lawrence Patrick
Resumo: A asma é uma inflamação brônquica das vias aéreas inferiores e dentre as drogas recomendadas para o tratamento de manutenção são corticosteroides inalatórios. Com o uso regular ocorre uma melhora global da doença, com ataques menos frequentes e de menor intensidade, porém o uso prolongado de corticosteroides pode levar a distúrbios como a miopatia crônica, causando fraqueza muscular, incluindo efeitos sobre os músculos periféricos. Dentre as terapias não-farmacológicas, está a reabilitação pulmonar, com o principal objetivo de reduzir a fadiga muscular ao exercício e durante as atividades diárias, fazendo-se necessário uma avaliação da capacidade funcional através de testes de campo como o Incremental Shuttle Walk Test para escolha da melhor modalidade de exercício físico. Além das modalidades de exercícios encontradas na literatura, métodos eletro-físicos têm sido utilizados em conjunto com reabilitação pulmonar mostrando bons resultados na melhoria da fadiga muscular e aumento da força muscular periférica. Objetivos: Este estudo tem como objetivo avaliar a confiabilidade do teste de caminha controlada incremental; Avaliar os efeitos agudos da aplicação da terapia de diodo emissor de luz (LEDT) na função muscular e mediadores inflamatórios durante o exercício isométrico e Avaliar os efeitos crônicos da fotobiomodulação por LEDT associado ao treinamento resistido na função muscular periférica de pacientes portadores de asma de difícil controle. Métodos e Resultados: Estudo I: Para a confiabilidade do teste, foram selecionados 45 pacientes com média de idade 47±13,8 que realizaram o Shuttle Walk Test duas vezes com um período de 20 minutos de descanso entre eles. Como resultados obtidos não encontramos diferença significativa entre a distância média percorrida entre o primeiro e o segundo teste (330,5 e 336,3 metros respectivamente). A análise dos dois testes revelou uma diferença média de -12,7 metros, com um intervalo de confiança de 37,9 a -63,2 metros. Estudo II: Para a avaliação dos efeitos agudos do LEDT na função muscular periférica durante o exercício isométrico foram selecionados 11 pacientes (média de idade 38 ± 10) e submetidos a uma única aplicação LEDT no membro dominante do quadríceps femoral (cluster com 50 LED’s λ = 850 nm, 50 mW, 15 s; 37,5 J), 48 h cross-over. Antes e após a aplicação de LEDT e sham, os pacientes foram submetidos a um teste de resistência isométrica (60% da contração isométrica voluntária máxima), até o limite de tolerância de gravação simultânea de eletromiografia de superfície em dois pontos (reto femoral e vasto medial) e coleta de uma amostra de sangue para identificação dos mediadores inflamatórios sistêmicos. Para avaliação das respostas as diferenças entre as variáveis de tempo de contração para exaustão e o efeito da irradiação de LEDT vs. irradiação Sham foram comparadas usando ANOVA de dois fatores. Não houve diferenças significativas entre os grupos no momento da contração (antes de 41±14 vs. 44±16 s, após 46±12 vs. 45± 20 s) durante o teste de contração isométrica e nos marcadores inflamatórios antes e após uma única aplicação de LEDT. Estudo III: Trinta pacientes foram randomizados em dois grupos de treinamento resistido, sendo que um deles associado à fotobiomodulação ativa por LEDT. Como resultado, encontramos diferenças significativas com um acréscimo (em kg) nas variáveis de 1-RM de todos os grupos musculares submetidos a irradiação do LEDT associado ao exercício resistido após o período de treinamento, bem como um aumento nas variáveis de capacidade funcional (VO2 AT, VO2 máx e DSWT) em comparação ao grupo que recebeu LED-Placebo. Conclusão: Sendo assim, podemos concluir que o teste de caminhada com velocidade controlada incremental é confiável para indivíduos com asma de difícil controle e podendo ser usado na avaliação da capacidade funcional e também as aplicações únicas de LEDT não diferiram no tempo de resposta à fadiga e nos mediadores inflamatórios sistêmicos nessa população, porém com a aplicação durante o período do protocolo de treinamento resistido ocorreu um aumento de força em relação ao grupo que recebeu fotobiomodulação por LEDT-Placebo, podendo ser uma ferramenta útil para a utilização em associação a protocolos de reabilitação pulmonar.
Abstract: Asthma is a bronchial inflammation of the lower airways and among the drugs recommended for the maintenance treatment are inhaled corticosteroids and with its regular use an overall improvement of the disease occurs with less frequent and lower intensity attacks. Prolonged use of corticosteroids can lead to disorders such as chronic myopathy, causing muscle weakness, including effects on the peripheral muscles in their use at higher doses. Among the non-pharmacological treatments is pulmonary rehabilitation, consisting of 3 types of exercise: aerobic, resisted and combined, with the main objective of reducing muscle fatigue during exercise and during daily activities. Therefore, before starting rehabilitation programs, it is necessary to evaluate the functional and physical capacity of these patients to choose the best mode of exercise during rehabilitation. Functional tests such as the Incremental Shuttle Walk Test, which are easy to apply and inexpensive, are commonly used to evaluate the functional capacity of pre and post-pulmonary rehabilitation programs, but their reliability in the population of difficult-to-control asthma Was not very well delimited so far, considering the importance of the continuous evaluation of its clinical and therapeutic condition. In addition to the exercise modalities found in the literature, electro-physical methods have been used in conjunction with pulmonary rehabilitation, showing good results in improving muscle fatigue and increasing peripheral muscle strength. Objectives: This study aims to evaluate the reliability of the incremental controlled walking test of patients with difficult-to-control asthma, the acute effects of light-emitting diode (LEDT) therapy on muscle function and systemic inflammatory mediators in patients with Moderate to severe asthma during isometric exercise and the chronic effects of the application of LED phototherapy associated with resistance training in the peripheral muscle function of patients with moderate to severe asthma. Methods and Results: Study I: For the reliability of the test, 45 patients with mean age of 47 ± 13.8 were selected who performed the Shuttle Walk Test twice with a 20-minute resting period between them. As results we did not find statistical difference between the average distance traveled between the first and second test (330.5 and 336.3 meters respectively). In the analysis of the two tests revealed an average difference of -12.7 meters, with a confidence interval of 37.9 to -63.2 meters. Study II: For the evaluation of the acute effects of LEDT on peripheral muscle function during isometric exercise, 11 38 ± 10 were selected, underwent a single LEDT application in the dominant femoral quadriceps limb (cluster with 50 LEDs λ = 850 nm, 50 MW, 15 sec; 37.5 J), 48 h cross-over. Before and after the application of LEDT and sham, patients underwent an isometric resistance test (60% of maximal voluntary isometric contraction), up to the simultaneous recording tolerance limit of two-point surface electromyography (rectus femoris and vastus Medial) and collection of a blood sample for the identification of systemic inflammatory mediators. For the evaluation of the responses, the differences between the variables of contraction time for exhaustion and the effect of LEDT irradiation. Sham irradiation were compared using two-factor ANOVA. There were no statistically significant differences between the groups at the time of contraction (before 41 ± 14 vs. 44 ± 16 s, after 46 ± 12 vs. 45 ± 20 s) during the isometric contraction test and in the inflammatory markers before and after one Single application LED. Study III: 30 patients were randomized into two resistance training groups, one of which was associated with LED phototherapy. As a result, we found statistically significant differences with an increase in the 1-RM variables of all muscle groups submitted to LED irradiation associated with resistance exercise after the training period, as well as an increase in the variables of functional capacity VO2 AT, VO2 max And DSWT compared to the group receiving LED-Placebo. Conclusion: Thus, we can conclude that the walk test with incremental controlled speed is reliable for individuals with difficult to control asthma and can be used in the evaluation of functional capacity and also the applications of acute LEDT did not differ in the time of response to fatigue In asthmatic patients and in systemic inflammatory mediators, however, the long-term application of this technique has shown an increase in strength compared to the group that received phototherapy by LED-Placebo, making it a useful tool for the use associated with pulmonary rehabilitation protocols.
Palavras-chave: asma
caminhada
reprodutibilidade de resultados
marcadores inflamatórios
treinamento de resistência
terapia de LED
asthma
walking
reproducibility of results
inflammatory markers
resistance training
LED therapy
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: UNINOVE
Departamento: Saúde
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação
Citação: Costa, Ivan Peres. Relação entre os marcadores inflamatórios e força muscular periférica em pacientes com asma moderada a grave: ensaio clínico controlado e randomizado dos efeitos do treinamento resistido associado a fotobiomodulação. 2016. 155 f. Tese( Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1842
Data de defesa: 14-Dec-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ivan Peres Costa.pdfIvan Peres Costa1,7 MBAdobe PDFDownload/Open Preview    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.