Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1882
Tipo do documento: Tese
Título: Determinação das equações dos valores de referência para a população do estado de São Paulo no teste incremental respiratório de endurancedos efeitos do treinamento resistido associado a fotobiomodulação
Título(s) alternativo(s): Determination of equations of the reference values of the state of São Paulo population in the incremental endurance respiratory test
Autor: Bien, Umilson dos Santos 
Primeiro orientador: Jorge, Luciana Maria Malosá Sampaio
Primeiro membro da banca: Jorge, Luciana Maria Malosá Sampaio
Segundo membro da banca: Costa, Dirceu
Terceiro membro da banca: Costa, Ivan Peres
Quarto membro da banca: Cahalin, Lawrence
Quinto membro da banca: Moreno, Marlene Aparecida
Resumo: Introdução – Os métodos de avaliação respiratória incluem testes tanto de alterações anatômicas quanto funcionais, dentre elas se destacam a espirometria, que avalia a função pulmonar e a manovacuometria para força muscular respiratória. Desde meados dos anos 90 foi desenvolvido o teste incremental respiratório de endurance (TIRE), que nos dá uma melhor avaliação do estado muscular respiratório e este teste não havia sido aplicado em indivíduos da população brasileira. Objetivo - O objetivo principal deste estudo foi desenvolver valores de normalidade para a PImax (Pressão inspiratória máxima), PImaxS (Pressão inspiratória máxima sustentada) em Jaules (J) e unidades de pressão por tempo (upt) e Tdi (Tempo de duração da inspiração) pelo TIRE. Metodologia – Foram estudados 120 voluntários da população brasileira, sem alteração ventilatória obstrutiva, restritiva ou mista demonstrado por espirometria prévia, de 20 a 80 anos, sendo 10 homens e 10 mulheres a cada década. Estudo prospectivo de aferição de PImax, PImaxS e Tdi, utilizando o dispositivo RT2 (DeVilbiss Healthcare Ltda), além de espirometria prévia e manovacuometria analógica. Resultados – Foram criadas as seguintes equações : Para PImax – Homens e Mulheres (Peso x 0,46) + (Gênero x 23,63) + 72,20; Homens (Peso x 0,59) - (Idade x 1,20) + 95,93; Mulheres (Altura x 85,86) - (Idade x 0,66) – 51,06; Para PImaxS (J) – Homens + Mulheres (Altura x 25,34) + (Gênero x 3,50) – (Idade x 0,06) – 32,90; Homens (Altura x 46,14) – 68,40; Mulheres (Altura x 16,21) – 21,19; PImaxS (upt) – Homens + Mulheres (Altura x 1032,20) + (Gênero x 86,90) – 1410,60; Homens (Altura x 1457,00) – 2060,50; Mulheres (Altura x 595,80) – 711.90; Tdi(s) – Homens + Mulheres (Altura x 11,00) – 9,50; Homens (Altura x 12,11) – 11,50; Mulheres (Altura x 14,90) – 15,80. Conclusão – Os resultados deste estudo possibilitaram formar equações de referência de valores de normalidade da FMI (força muscular inspiratória) e EMR (endurance muscular respiratória) pelo TIRE, para indivíduos da população brasileira, possibilitando um aprimoramento da avaliação da força e, sobretudo da endurance dos músculos respiratórios em situações clínicas diversas.
Abstract: Introduction - Respiratory evaluation methods include tests for both anatomical and functional changes, among which spirometry, which evaluates lung function and manovacuometry for respiratory muscle strength, are highlighted. Since the mid-1990s, the incremental respiratory endurance test (TIRE) was developed, which gives us a better evaluation of respiratory muscle status and this test had not been applied in individuals of the Brazilian population. Objective - The main objective of this study was to develop normal values for MIP (maximal inspiratory pressure), SMIP (sustained maximum inspiratory pressure) in Jaules (J) and units of time pressure (ptu) and ID (inspiration duration) by the TIRE. Methodology - 120 volunteers from the Brazilian population were studied, with no obstructive, restrictive or mixed ventilatory alterations demonstrated by previous spirometry, from 20 to 80 years old, 10 men and 10 women each decade. A prospective study of measurement of MIP, SMIP and ID, using the RT2 device (DeVilbiss Healthcare Ltda), and analogue manovacuometry. Results - The following equations were created. For MIP - Men + Women (Weight x 0.46) + (Gender x 23.63) + 72.20; Men (Weight x0.59) - (Age x 1.20) + 95.93; Women (Height x 85.86) - (Age x 0.66) - 51.06; For SMIP (J) - Men + Women (Heigth x 25.34) + (Gender x 3.50) - (Age x 0.06) - 32.90; Men (Height x 46.14) - 68.40; Women (Height x 16.21) - 21.19; SMIP Area (ptu) - Men + Women (Height x 1032.20) + (Gender x86.90) - 1410.60; Men (Height x 1457.00) - 2060.50; Women (Height x 595.80) - 711.90; ID (s) - Men + Women (Height x 11.00) - 9.50; Men (Height x 12.11) - 11.50; Women (Height x 14.90) - 15.80. Conclusion - The results of this study allowed us to form reference equations for the IMR (muscular inspiratory force) and EMR (respiratory muscle endurance) normal values for individuals of the Brazilian population, allowing an improvement in the evaluation of strength and, especially, endurance of respiratory muscles in different clinical situations.
Palavras-chave: pressão inspiratória máxima
teste incremental respiratório de endurance
força muscular respiratória
pressão inspiratória máxima sustentada
tempo de duração da inspiração
maximal inspiratory pressure
incremental respiratory endurance test
respiratory muscle strength
sustained maximal inspiratory pressure
inspiratory duration
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: UNINOVE
Departamento: Saúde
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação
Citação: Bien, Umilson dos Santos. Determinação das equações dos valores de referência para a população do estado de São Paulo no teste incremental respiratório de endurancedos efeitos do treinamento resistido associado a fotobiomodulação. 2017. 55 f. Tese( Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1882
Data de defesa: 18-Dez-2017
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Umilson dos Santos Bien.pdfUmilson dos Santos Bien831,93 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.