???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1962
Tipo do documento: Dissertação
Título: Validação do protocolo termômetro de segurança na maternidade de um hospital universitário no município de São Paulo/SP
Título(s) alternativo(s): Validation of the protocol maternity safety thermometer in a university hospital in São Paulo, Brazil
Autor: Horvath, Elizienne de Sousa Costa 
Primeiro orientador: Rached, Chennyfer Dobbins Abi
Primeiro membro da banca: Rached, Chennyfer Dobbins Abi
Segundo membro da banca: Liberal, Marcia Mello Costa de
Terceiro membro da banca: Novaretti, Marcia Cristina Zago
Quarto membro da banca: Soarez, Patricia Coelho de
Quinto membro da banca: Ribeiro, Ana Freitas
Resumo: Introdução: O uso de protocolos como o procedimento operacional padrão auxilia na sequência e padronização de condutas a serem tomadas, o que facilita as decisões dos profissionais na área da saúde. No Brasil, há uma escassez de dados sobre segurança no contexto obstétrico e neonatal, também há falta de instrumentos e de padronização de protocolos para esse fim. Método: Estudo descritivo, qualitativo de validação de tecnologia do tipo pesquisa de desenvolvimento. Objetivo: Avaliar um protocolo no modelo de procedimento operacional padrão para implementação do instrumento definido como Termômetro de Segurança na Maternidade em um hospital universitário público no município de São Paulo. Resultados: Os resultados foram obtidos em duas etapas, a primeira consistiu no processo de elaboração do protocolo pelas pesquisadoras e validação pelo comitê de 12 especialistas em enfermagem obstétrica, profissionais da unidade de estudo, a análise ocorreu por meio do Índice de Validação do Conteúdo (valor de referência do IVC=0,80) por meio de um questionário semiestruturado com escala Likert (1 a 4), os resultados de IVC das especialistas variaram entre 0,84% e 1,0 e a porcentagem de concordância foi de 98,7%. A segunda etapa do estudo, consistiu na aplicação do instrumento Termômetro de Segurança na Maternidade. Os dados obtidos, nessa etapa, demonstraram que a maioria das mulheres foi submetida à cesariana 20 (64,5%). Das que tiveram partos vaginais, houve trauma perineal em 4 (12,8%) e 01 (3,2%) episiotomia; 3 (9,6%) tiveram hemorragia, a taxa de transfusão foi de 3,2% e a de infecções 12,8%. Sobre os recém-nascidos, houve necessidade de transferência de 14 (45,2%) dos bebês, sendo que 11 (35,5%) estavam previstas. Da percepção da mulher, 39,1% referem terem sido separadas do bebê e 7,4% terem sido deixadas sozinhas, 38,4% consideram que não foram levadas a sério ao demonstrar preocupação. O indicador livre de dano foi de 9,6%. Conclusão: o Protocolo Termômetro de Segurança na Maternidade no formato de procedimento operacional padrão apresentou indicadores psicométricos de validade de conteúdo aceitáveis, corroborando para o uso do instrumento considerado de fácil aplicação e possibilitando a produção de indicadores de segurança da assistência obstétrica e neonatal.
Abstract: Introduction: The use of protocols such as the standard operating procedure assists in the sequencing and standardization of the pipeline to be taken, which facilitates the decisions of health professionals. In Brazil there is a shortage of data in the obstetrics and neonatal context, there is a lack of instruments and standardization of protocols for this purpose. Method: descriptive, qualitative study of technology validation of type development research. Objective: To evaluate a protocol in the model of standard operating procedure for implementation of the instrument defined as Safety Thermometer in Maternity in a public university hospital. Results: The results were obtained in two stages, the first consisted in the process of elaboration of the protocol by the researchers and validation by the committee of 12 specialists in obstetric nursing, professionals of the study unit, the analysis was done through the Content Validation Index (value of reference IVC = 0.80) using a semi-structured questionnaire with a Likert scale (1 to 4), the IVC scores of the specialists ranged from 0.84% to 1.0 and the concordance percentage was 98.7%. The second stage of the study consisted of the application of the instrument Maternity Safety Thermometer. The data obtained in this stage showed that the majority of the women was submitted to caesarean section 20 (64.5%). Of those who had vaginal deliveries, there was perineal trauma in 4 (12.8%) and 1 (3.2%) episiotomy; 3 (9.6%) had hemorrhage, the transfusion rate was 3.2% and that of infections 4 (12.8%). Of the newborns, 14 (45.2%) of the babies had to be transferred, 11 (35.5%) of which were foreseen. From the perception of the woman, 39.1% reported being separated from the baby and 7.4% were left alone, 38.4% considered that they were not taken seriously when showing concern. The indicator free of damage was 9.6%. Conclusion: The Maternity Safety Thermometer Protocol in the standard operating procedure format presented acceptable psychometric indicators of acceptable content validity, corroborating the use of the instrument considered easy to apply and enabling the production of safety indicators for obstetric and neonatal care.
Palavras-chave: obstetrícia
saúde materno-infantil
segurança do paciente
indicadores de qualidade
estudos de validação
obstetrics
maternal and child health
patient safety
quality indicators health care
validation studies
Área(s) do CNPq: ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE SETORES ESPECIFICOS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: UNINOVE
Departamento: Administração
Programa: Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão em Sistemas de Saúde
Citação: Horvath, Elizienne de Sousa Costa. Validação do protocolo termômetro de segurança na maternidade de um hospital universitário no município de São Paulo/SP. 2018. 92 f. Dissertação( Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão em Sistemas de Saúde) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1962
Data de defesa: 8-Feb-2018
Appears in Collections:Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão em Sistemas de Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Elizienne de Sousa Costa Horvath.pdfElizienne de Sousa Costa Horvath1,07 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.