Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/433
Tipo do documento: Dissertação
Título: Política educacional, currículo e avaliação: a fala dos professores sobre os impactos da implantação da reforma curricular paulista.
Autor: Cunha, Adriana dos Santos 
Primeiro orientador: Carvalho, Celso do Prado Ferraz de
Primeiro membro da banca: Azzi, Roberta Gurgel
Segundo membro da banca: Russo, Miguel Henrique
Resumo: A Secretaria de Estado da Educação de São Paulo apresentou em 2007 uma nova proposta curricular para a educação pública, que faz parte de um conjunto maior de propostas, denominado Programa São Paulo Faz Escola. Iniciada em 2008, teve como base um conjunto de metas a serem alcançadas, entre elas, a melhoraria da qualidade da aprendizagem dos alunos, indicador a ser verificado pelo IDESP, o Índice de Desenvolvimento Educacional do Estado de São Paulo. Esta pesquisa teve como objetivo compreender os impactos produzidos por essa reforma educacional no cotidiano escolar e a representação que os professores da rede pública estadual de ensino dela possuem. A pesquisa foi realizada por meio de entrevistas semi-estruturadas e análise documental. As categorias que serviram de referência para a análise dos dados foram currículo, cultura escolar, prática escolar e políticas públicas. Os resultados obtidos mostram que as ações de aceitação ou resistência dos professores decorrem mais de condições postas pela cultura e prática escolar do que efetivamente de uma compreensão do significado político da reforma proposta pelo Estado.
Abstract: The State Secretary of education of São Paulo presented in 2007 a new curricular proposal for public education, which is part of a larger set of proposals, called Programa São Paulo Faz Escola. Its implementation began in 2008 based on a set of goals to be achieved, among them to improve the quality of student learning, which is to be verified by the IDESP, the index of educational development of the State of São Paulo. This research goal was to understand the impacts produced by this educational reform in the school routine and the understanding of the representation that teachers of the public network have about it. This research was performed through semi-structured interviews and documentary analysis. Categories that served as reference for the analysis of data were: curriculum, school culture, practice and public policy. The results show that the actions of acceptance or resistance of teachers derive more from conditions offered by the school of culture and practice than an effectively understanding of the political significance of reform proposed by the State.
Palavras-chave: Política Educacional
Currículo
Reforma Educacional
Education Policy
Curriculum
Educational Reform
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: Uninove
Departamento: Educação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citação: CUNHA, Adriana dos Santos. Política educacional, currículo e avaliação: a fala dos professores sobre os impactos da implantação da reforma curricular paulista.. 2010. 166 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Nove de Julho, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/433
Data de defesa: 29-Jun-2010
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
B_Adriana Santos Cunha.pdf490,31 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.