???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/7
Tipo do documento: Dissertação
Título: Influência da temperatura no consumo de água na região metropolitana de São Paulo.
Autor: Torrente, Mauro 
Primeiro orientador: Côrtes, Pedro Luiz
Primeiro membro da banca: Alves Filho, Ailton Pinto
Segundo membro da banca: Ruiz, Mauro
Resumo: A Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) é um dos locais do Brasil onde o estresse hídrico é mais crítico. Segundo o Indicador de Falkenmark, utilizado pela Organização das Nações Unidas para mensurar o estresse hídrico, esta metrópole está classificada como um local com escassez absoluta de água . Nessa classificação, a disponibilidade mínima necessária para uma região não ser considerada escassa em relação aos recursos hídricos é de 1.700 m³/habitante por ano, e a RMSP disponibiliza apenas 201 m³/habitante por ano, menos de 12 % do mínimo exigido. Em março de 2011, gestores dos recursos hídricos da RMSP se manifestaram quanto ao risco de racionamento do abastecimento de água, devido às altas temperaturas que estavam sendo registradas. Com base nesse cenário, a presente pesquisa, um estudo de caso da RMSP referente ao período de 2005 a 2012, tem o objetivo de analisar, por meio da revisão da literatura, relatórios corporativos internos, informes periódicos e documentos técnicos, qual é a influência da temperatura atmosférica no consumo de água na RMSP e, com base nessa verificação, propor estratégias que possam ser utilizadas pelas empresas e órgãos de saneamento básico, para mitigar essa influência, além de oferecer subsídios para políticas públicas de gestão de recursos hídricos. A questão norteadora da pesquisa foi: Qual é a influência da temperatura atmosférica no consumo de água na Região Metropolitana de São Paulo? Como resultado, constatou-se que a temperatura influencia o consumo de água, que a RMSP tem um consumo de água, que de uma maneira geral, é dividido em duas partes: a primeira é do consumo básico, que independe dos efeitos da temperatura, e a segunda é do consumo sazonal, diretamente influenciado pela temperatura. Diante disso, é sugerida a adoção de estratégias, que partem de um planejamento baseado na verificação das tendências climáticas e meteorológicas, de curto e longo prazo, tais como as influências do El Niño e La Niña, incorporando, simultaneamente, práticas que ajudam a reduzir a demanda por água tratada.
Abstract: The Metropolitan Region of São Paulo (MRSP) is one of the locations, in Brazil, where water stress is at its most critical stage. According to the Falkenmark Indicator, used by the United Nations to measure water stress, the MRSP is classified facing an absolute scarcity of water . In this classification, the minimum required availability for a place not to be considered water scarced is 1,700 m³ per capita per year, and the MRSP has only 201 m³ per capita per year, less than 12 % of the minimum required volume. In March 2011, water resources managers of the MRSP manifested their concerns as to the risk of rationing the water supply, due to the occurrence of high temperatures. Based on this scenario, this survey, a case study in the MRSP for the period 2005-2012, aims to analyze, by literature review, internal corporate reports, periodic reports and technical documents, what is the influence of the atmospheric temperature on water consumption in the MRSP and, based in this verification, to propose strategies, to be used by water supply companies, to mitigate this influence and also to offer subsidies for public policies in water resources management. The research question that guided the survey is: What is the influence of the atmospheric temperature in the Metropolitan Region of São Paulo? As a result, it was observed that the temperature influences the water consumption, and that the water consumption of the MRSP is generally divided into two parts: the first part is the basic water consumption, which is independent of the effects of the air temperature, and the second is the seasonal consumption, directly influenced by the air temperature. Therefore, it is suggested the adoption of strategies which could start from a plan based on the verification of the short term and long term climate and weather trends, such as the influence of El Niño and La Niña, while incorporating practices that help reduce the demand for treated water.
Palavras-chave: água
consumo
temperatura
regiões metropolitanas
recursos hídricos
São Paulo
water
consumption
temperature
metropolitan regions
water resources
São Paulo
Área(s) do CNPq: ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE SETORES ESPECIFICOS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: Uninove
Departamento: Administração
Programa: Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão Ambiental e Sustentabilidade
Citação: TORRENTE, Mauro. Influência da temperatura no consumo de água na região metropolitana de São Paulo.. 2014. 176 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Nove de Julho, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/7
Data de defesa: 29-Jan-2014
Appears in Collections:Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão Ambiental e Sustentabilidade

Files in This Item:
File SizeFormat 
B_Mauro Torrente.pdf3,22 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.