???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1859
Tipo do documento: Dissertação
Título: Envelhecimento, exercício físico e controle postural: uma análise sobre a ação do exercício físico na preservação do controle postural em idosas
Título(s) alternativo(s): Aging, exercise and postural control: analysis the influence of exercise to preserve postural control in the elderly women
Autor: Tavares, Juliana Teles 
Primeiro orientador: Politti, Fabiano
Primeiro coorientador: Biasotto-Gonzalez, Daniela Aparecida
Primeiro membro da banca: Politti, Fabiano
Segundo membro da banca: Lucareli, Paulo Roberto Garcia
Terceiro membro da banca: Bocalini, Danilo Sales
Resumo: A prática de exercícios físicos tem sido uma alternativa importante para minimizar os efeitos da idade sobre o controle postural, porém, existe a possibilidade de que a interrupção do treinamento (destreino) possa contribuir para que o desempenho do equilíbrio estático retorne aos valores de pré-treinamento. O objetivo deste estudo foi analisar a ação do exercício físico multicomponente no controle postural de idosas e seus efeitos após período de destreino. O controle postural de 31 mulheres com idade entre 60 e 80 anos foi avaliado em seis diferentes condições sobre uma plataforma de força nas seguintes condições: posição estática com e sem aferência visual (olho aberto e olho fechado); posição estática com o uso de uma espuma sobre a plataforma com e sem aferência visual; posição estática com estímulo visual e auditivo com e sem o uso de espuma sobre a plataforma de força. Estas variáveis foram utilizadas para as análises dos efeitos de dois tipos de treinamento para idosas, sendo essas divididas em dois grupos: Grupo Multicomponente (GM): treinamento com exercícios de força, aeróbio, equilíbrio e flexibilidade e Grupo Controle (GC): treinamento com exercícios aeróbios e flexibilidade. Todos os participantes foram submetidos à um período de 16 semanas de treinamento, sendo estes realizados três vezes por semana (total de 48 sessões). O controle postural foi analisado pré e pós período de treinamento e com 6 semanas de destreino. Na análise de variância (ANOVA) foi possível verificar que o treinamento proporcionou diferença significativa (F=24,72; p < 0,0001) na freqüência de oscilação, entre os grupos estudados (grupo multicomponente vs grupo controle). O grupo multicomponente apresentou diminuição significativa na frequência de oscilação após o período de treinamento (p <0,05) porém, os valores observados após o período de destreino não foram diferentes dos observados no pré-treinamento (p>0,05). Nesse estudo foi possível observar que o treinamento de dezesseis semanas com exercícios multicomponentes melhora o controle postural de mulheres idosas. No entanto, esses efeitos não são mantidos após um período de destreino de seis semanas.
Abstract: The practice of physical exercise has been an important alternative to minimize the effects of age on postural control, however, there is a possibility that interruption of training (detraining) may contribute to the performance of static balance return to pre- training. The objective of this study was to analyze the action of multicomponent physical exercise on the postural control of the elderly and its effects after the period of detraining. The postural control of 31 women aged 60 to 80 years was evaluated in six different conditions on a force platform in the following conditions: static position with and without visual afferent (open eye and closed eye); Static position with the use of a foam on the platform with and without visual gauge; Static position with visual and auditory stimulation with and without the use of foam on the force platform. These variables were used to analyze the effects of two types of training for the elderly, being divided into two groups: Multicomponent Group (GM): training with strength, aerobic, balance and flexibility exercises and Control Group (CG): training with Aerobic exercise and flexibility. All participants underwent a 16-week training period, three times a week (total of 48 sessions). The postural control was analyzed before and after the training period and with 6 weeks of training. In the analysis of variance (ANOVA) it was possible to verify that the training provided significant (F = 24.72, p <0.0001) in the oscillation frequency between the groups (multicomponent group vs control group). The multicomponent group showed a significant decrease in the oscillation frequency after the training period (p <0.05), but the values observed after the training period were not different from those observed in the pre-training (p> 0.05). In this study it was possible to observe that sixteen-week training with multi-component exercises improves the postural control of elderly women. However, these effects are not maintained after a six-week period of detraining.
Palavras-chave: controle postural
destreinamento
exercício físico
estabilometria
idosos
postural control
detraining
exercise
stabilometry
elderly
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: UNINOVE
Departamento: Saúde
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação
Citação: Tavares, Juliana Teles. Envelhecimento, exercício físico e controle postural: uma análise sobre a ação do exercício físico na preservação do controle postural em idosas. 2016. 71 f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1859
Data de defesa: 16-Dec-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Juliana Teles Tavares.pdfJuliana Teles Tavares1,1 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.