Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1088
Tipo do documento: Dissertação
Título: Teatro e educação: a percepção dos agentes educativos de um centro educacional unificado (ceu) sobre a função do teatro na formação dos educandos
Autor: Pinto, Fernanda Corrêa Quatorze Voltas Saul
Primeiro orientador: Romão, José Eustáquio
Resumo: Esta pesquisa tem como objeto a percepção de educadores dos CEUs sobre a função do teatro na formação dos educandos nesses espaços educativos, localizados nas periferias da cidade de São Paulo. Investiga, portanto, o que pensam esses educadores a respeito da função do teatro, a ênfase a ela atribuída pelos agentes responsáveis pela coordenação dos trabalhos com o teatro nos CEUs, bem como a existência ou não de consenso, entre os sujeitos pesquisados, em relação ao papel do teatro na escola. O presente estudo trabalha a partir das seguintes hipóteses: A) a percepção do teatro na escola, pelos educadores, não se destina, predominantemente, ao desenvolvimento de uma visão crítica dos educandos, em contextos de realidades opressivas; B) a função do teatro, na escola, é entendida como uma forma alternativa de ensinar os conteúdos, um instrumento potencializador de aspectos do desenvolvimento humano e como entretenimento. As produções de Caldwell Cook, Herbert Read, Peter Slade, Bertolt Brecht, Augusto Boal, Ingrid Koudella, Marilena Chauí e Paulo Freire forneceram os subsídios teóricos que fundamentaram esta pesquisa. A abordagem qualitativa, como entendida por Bogdan e Biklen, e o estudo de caso, mostraram-se apropriados para o desvelamento do objeto de estudo. Os procedimentos metodológicos incluiram a análise de documentos e a realização de entrevistas semiestruturadas com educadores, educandos e gestores do CEU Jaçanã e das instâncias centrais da SME/SP. Os resultados evidenciaram incongruência entre as fontes documentais e as entrevistas realizadas, o que impossibilitou concluir sobre o consenso e a ênfase acerca da função do teatro na formação dos educandos. A única consonância perceptível entre as duas fontes de dado, ocorreu em relação à percepção do teatro como entretenimento, cuja ausência nos registros pesquisados foi compatível com a pequena ênfase atribuída a tal percepção, pelos sujeitos entrevistados. Isso parece indicar que, embora não haja um consenso sobre a função do teatro na formação dos educandos, essa arte tem sido entendida como mais do que um entretenimento pelos educadores do CEU. Esta é uma indicação importante, pois, como apontou Brecht, o teatro precisa divertir e ao mesmo tempo educar. Dada a não neutralidade do teatro, devemos sempre nos indagar acerca do tipo de educação que queremos construir por meio dele e, mais ainda, a quem serve a nossa opção de teatro na escola e o que pode o teatro nesse espaço?
Abstract: Esta pesquisa tem como objeto a percepção de educadores dos CEUs sobre a função do teatro na formação dos educandos nesses espaços educativos, localizados nas periferias da cidade de São Paulo. Investiga, portanto, o que pensam esses educadores a respeito da função do teatro, a ênfase a ela atribuída pelos agentes responsáveis pela coordenação dos trabalhos com o teatro nos CEUs, bem como a existência ou não de consenso, entre os sujeitos pesquisados, em relação ao papel do teatro na escola. O presente estudo trabalha a partir das seguintes hipóteses: A) a percepção do teatro na escola, pelos educadores, não se destina, predominantemente, ao desenvolvimento de uma visão crítica dos educandos, em contextos de realidades opressivas; B) a função do teatro, na escola, é entendida como uma forma alternativa de ensinar os conteúdos, um instrumento potencializador de aspectos do desenvolvimento humano e como entretenimento. As produções de Caldwell Cook, Herbert Read, Peter Slade, Bertolt Brecht, Augusto Boal, Ingrid Koudella, Marilena Chauí e Paulo Freire forneceram os subsídios teóricos que fundamentaram esta pesquisa. A abordagem qualitativa, como entendida por Bogdan e Biklen, e o estudo de caso, mostraram-se apropriados para o desvelamento do objeto de estudo. Os procedimentos metodológicos incluiram a análise de documentos e a realização de entrevistas semiestruturadas com educadores, educandos e gestores do CEU Jaçanã e das instâncias centrais da SME/SP. Os resultados evidenciaram incongruência entre as fontes documentais e as entrevistas realizadas, o que impossibilitou concluir sobre o consenso e a ênfase acerca da função do teatro na formação dos educandos. A única consonância perceptível entre as duas fontes de dado, ocorreu em relação à percepção do teatro como entretenimento, cuja ausência nos registros pesquisados foi compatível com a pequena ênfase atribuída a tal percepção, pelos sujeitos entrevistados. Isso parece indicar que, embora não haja um consenso sobre a função do teatro na formação dos educandos, essa arte tem sido entendida como mais do que um entretenimento pelos educadores do CEU. Esta é uma indicação importante, pois, como apontou Brecht, o teatro precisa divertir e ao mesmo tempo educar. Dada a não neutralidade do teatro, devemos sempre nos indagar acerca do tipo de educação que queremos construir por meio dele e, mais ainda, a quem serve a nossa opção de teatro na escola e o que pode o teatro nesse espaço?
Palavras-chave: educação
teatro
emancipação
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: UNINOVE
Departamento: Educação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citação: Pinto, Fernanda Corrêa Quatorze Voltas Saul. Teatro e educação: a percepção dos agentes educativos de um centro educacional unificado (ceu) sobre a função do teatro na formação dos educandos. 2014. 96 f. Dissertação ( Programa de Pós-Graduação em Educação) - Universidade Nove de Julho, São Paulo .
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://bibliotecadigital.uninove.br/handle/tede/1088
Data de defesa: 28-Mar-2014
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
B_Fernanda Correa Quatorze Voltas Saul Pinto.pdfFernanda Correa Quatorze Voltas Saul Pinto1,7 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.