???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1142
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação da influência da estrutura física das unidades de internação de clínica médica e cirúrgica de um hospital público de grande porte do município de são paulo: proposta para o gerenciamento de risco de quedas
Título(s) alternativo(s): Evaluation about influence of physical structure of inpatient units of a large public hospital size of the municipality of são paulo: proposal for fall risk management
Autor: Menezes, Maria Aparecida Jesus 
Primeiro orientador: Rosa, Chennyfer Dobbins Paes da
Primeiro membro da banca: Motta, Lara Jasinsk
Segundo membro da banca: Amorim , Maria Cristina Sanches
Resumo: Para entender a relação entre quedas e perigos ambientais é necessário identificar como o meio ambiente pode oferecer riscos para a ocorrência destes eventos. Portanto, o objetivo desta dissertação, é avaliar a estrutura física da unidade de internação de clínica médica e cirúrgica de um hospital público de grande porte do município de São Paulo e sua influência na gestão do risco de queda dos pacientes internados, identificando quais medidas de segurança existentes se relacionam à prevenção de quedas. Trata-se de um estudo descritivo/exploratório do tipo estudo de caso. A técnica de coleta de dados utilizada foi o levantamento por meio de roteiro, de modo que fossem listadas as características dos espaços destinados à acomodação dos pacientes e das plantas das unidades. Foram selecionadas seis unidades de internação onde as quedas foram mais frequentes no período de janeiro a junho de 2014. Neste período, foram analisadas 215 quedas, cuja caracterização da população revelou que estes indivíduos apresentam em média 56,63 anos (ambos os sexos). O tempo médio decorrido da admissão até a ocorrência foi de 14 dias. A frequência de quedas entre os homens foi discretamente maior (59%) e foi mais recorrente no período noturno (50%) do que nos turnos da manhã e tarde (26% e 21%, respectivamente). Quanto ao local, 43% ocorreram no quarto e 24% no banheiro, totalizando 67% no ambiente de internação. Das seis unidades avaliadas, observou-se que todas atendem aos quesitos dimensões mínimas por quarto/leito, banheiro exclusivo para cada quarto, barras de apoio próximas ao vaso sanitário, sistemas de chamada de enfermagem e piso seco em todos os quartos no momento da observação. Barras de apoio no box em todos os banheiros, iluminação de vigília em todos os quartos, iluminação geral fluorescente em todos os quartos e sinalização de enfermagem são itens atendidos na maioria das unidades (84%). Os quesitos interruptor de luz acessível e mobiliário com rodízio e travas em todos os quartos não são presentes em todas as unidades, o que, de certo modo, pode o maior número de ocorrência de quedas no período noturno (50% dos incidentes notificados). Em 67% das unidades não havia, em todos os leitos, camas com grades, camas elétricas e escada de dois degraus e com ponteira de borracha. Conclui-se assim que a estrutura física pode ser avaliada como de influência na determinação da ocorrência de quedas desde que outros fatores ambientais sejam considerados. Dessa maneira, os instrumentos de avaliação não devem ser compostos apenas com informações relativas a dimensões, mas também precisam considerar como as organizações hospitalares utilizam os espaços disponíveis. Os descritivos e especificações técnicas de equipamentos e mobiliários devem ser atualizados e os serviços de saúde devem garantir o adequado funcionamento dos dispositivos e disponibilidade aos usuários.
Abstract: To understand the relationship between falls and environmental hazards is necessary to identify the hazards of the environment that may influence the occurrence of these events. The aim of this work is to identify risks associated with the physical structure in patient units of medical and surgical clinics of a public hospital in the city of São Paulo. To evaluate the influence in the fall of hospitalized patients, identifying existing security measures, providing support for the design and construction phases of actions aimed at improving the management of the risk of falling. This is a descriptive study / exploratory case study. The technique of data collection used was a survey, through script's characteristic being listed spaces for the accommodation of patients and plant units. We were selected 06 units in the period January-June 2014.The notifications was 205 falls during this period. The results, the average age of individuals fall victims was 57 years and there was no difference between men and women. The mean time from admission until the occurrence was 14 days. A predominance of falls among men (59%) and at night (50%). 43% occurred in the fourth and 24% in the bathroom, totaling 67% of occurrences. The 6 units assessed, 100% meet the requirements that are minimum dimensions per room / bed, exclusive bathroom for each room, grab bars near the toilet, nurse call system and dry conditions in all rooms at the time of observation. Grab bars in the box in all bathrooms, wake lighting in all rooms, fluorescent general lighting in all rooms and nursing signaling items are served in most units (84%). The criteria light switch accessible and furniture with trundle and locks in all rooms are not seen in 100% of the units, which may be related to the occurrence of falls at night (50% of reported incidents). In 67% of the units had not caged beds in all beds, beds with locks on all beds, electric beds on all beds and stair steps in this 2 all beds and rubber tip. It follows that the physical structure can be evaluated as influential in determining the occurrence of falls from other environmental factors are considered. The scales should not be composed only with information about dimensions, but assess how hospital organizations use available space. The descriptives and technical specifications for equipment and furnishings should be updated and health services should ensure the proper performance of devices and availability to users.
Palavras-chave: eventos adversos
risco de queda
segurança do paciente
gestão de serviços de saúde
adverse events
risk of falling
patient safety
environment
health services management
Área(s) do CNPq: ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE SETORES ESPECIFICOS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: UNINOVE
Departamento: Administração
Programa: Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão em Sistemas de Saúde
Citação: Menezes , Maria Aparecida Jesus. Avaliação da influência da estrutura física das unidades de internação de clínica médica e cirúrgica de um hospital público de grande porte do município de são paulo: proposta para o gerenciamento de risco de quedas. 2015. 63 f. Dissertação( Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão em Sistemas de Saúde) - Universidade Nove de Julho,São Paulo .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bibliotecadigital.uninove.br/handle/tede/1142
Data de defesa: 24-Feb-2015
Appears in Collections:Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão em Sistemas de Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Aparecida Jesus Menezes.pdfMaria Aparecida Jesus Menezes1,45 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.