???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1191
Tipo do documento: Dissertação
Título: O ensino de filosofia emancipa? perspectivas de egressos de uma escola da zona norte de São Paulo
Autor: Ramos, Paloma de França 
Primeiro orientador: Severino, Antonio Joaquim
Primeiro membro da banca: Severino, Antonio Joaquim
Segundo membro da banca: Porta, Mario Ariel Gonzales
Terceiro membro da banca: Lorieri, Marcos Antonio
Quarto membro da banca: Pereira, Otaviano José
Resumo: A presente dissertação se propôs a abordar uma situação escolar concreta de ensino de filosofia, buscando identificar e analisar em que medida ocorre a percepção da contribuição para a emancipação humana das aulas de filosofia ministradas por mim no processo formativo do ensino médio em uma determinada escola pública de São Paulo, na perspectiva do educador e do próprio educando (egressos), dando voz aos principais sujeitos envolvidos. Para este estudo foram ouvidos jovens egressos da escola pública que concluíram o ensino Médio em 2011, tomando como referência empírica uma amostra formada por 7 (sete) alunos egressos de 1(uma) escola pública de ensino médio, da zona norte da cidade de São Paulo. Procedeu-se, em seu momento teórico, mediante leituras das fontes bibliográficas, e, em seu momento empírico, utilizou dos depoimentos dos sujeitos, que foram coletados mediante entrevistas semiestruturadas, cujos registros foram categorizados e analisados à luz das referências teóricas. A categoria de emancipação humana é apropriada do universo conceitual do pensamento adorniano, particularmente de sua obra Educação e Emancipação, secundada por contribuições de pensadores brasileiros que já trabalharam à luz desse pensamento (Pucci, Zuin, Deina, Quintal) bem como de outros que, embora sem esse vínculo direto, afirmam o caráter emancipatório da filosofia na formação dos adolescentes, no ensino médio (Saviani, Severino, Gallo). Concluiu-se que, apesar das contradições que o Ensino Médio enfrenta na atualidade e apesar de se situar atuar num campo contraditório como a Escola, é possível afirmar o importante papel que desempenha a disciplina Filosofia na formação dos jovens, embora seu alcance, por conta de diversas variáveis, seja limitado. Apesar disso, o papel emancipatório é percebido e internalizado pelos sujeitos, na medida em que proporciona a reflexão sobre conceitos e temas que permeiam o debate acerca de questões contemporâneas.
Abstract: La presente tesis pretende abordar una situación de escuela de enseñanza de la filosofía, tratando de identificar y analizar la medida para que la percepción de la contribución a la emancipación humana escuela de la filosofía enseñada por mí en el proceso formativo de la escuela secundaria en un Liceo particular de São Paulo, en la perspectiva del educador y el educando (graduados) , dando voz a los principales sujetos involucrados. Para este estudio fueron graduados de la escuela de público joven escucha que han terminado la escuela secundaria en 2011, tomando como referencia una muestra empírica formada por 7 (siete) estudiantes que se gradúan de 1 (una) escuela secundaria pública en la zona norte de la ciudad de São Paulo. Fue en su tiempo, por las lecturas teóricas de fuentes bibliográficas, y, a su vez, las afirmaciones empíricas de la materia, que fueron recogidos a través de entrevistas semiestructuradas, cuyos registros fueron clasificados y analizados a la luz de los referentes teóricos. La categoría de emancipación humana es conveniente el universo conceptual del pensamiento adorniano, particularmente de su obra Educación y Emancipación, retransmitida por las aportaciones de pensadores brasileños que trabajaban a la luz de este pensamiento (Pucci, Zuin, Deina, Quintal) así como de otros que, aunque sin este vínculo directo, afirman el carácter emancipador de la filosofía en la formación de los adolescentes en la escuela secundaria (Saviani Severino, Gallo). Se concluyó que, a pesar de las contradicciones eso escuela secundaria se enfrenta hoy en día y aunque es acto en un campo tan contradictorio como la escuela, es posible afirmar el importante papel de disciplina de la Filosofía en la formación de los jóvenes, aunque su alcance, debido a varias variables, es limitada. A pesar de esto, el papel emancipador es percibido e internalizado por tema, que facilita la reflexión sobre los conceptos y temas que impregnan el debate sobre temas de actualidad.
This work sets out to address a specific school situation philosophy of teaching in order to identify and analyze to what extent is the perception of the contribution to human emancipation of philosophy classes taught by me in the training process of high school in a particular public school São Paulo, from the perspective of the educator and the student himself (graduates), giving voice to the main subjects involved. For this study were heard young graduates from public schools who have completed High school in 2011, taking as empirical reference sample made up of seven (7) students coming from one (1) Public School high school, the north of the city of São Paulo. Proceeded in its theoretical time by readings from literature sources, and its empirical moment, used If the statements of the subjects, which were collected through semi structured interviews, whose records were categorized and analyzed in the light of theoretical references. The category of human emancipation is appropriate conceptual universe of Adorno's thought, particularly its Education and Emancipation work, supported by contributions from Brazilian thinkers who have worked in the light of this thought (Pucci, Zuin, Deina, Quintal) as well as others which, while not this direct link, we affirm the emancipatory character of philosophy in the education of adolescents in high school (Saviani, Severino, Gallo). It was concluded that despite the contradictions that high school is facing at present and although lie and act in a contradictory field as the School, it is clear the important role played by Philosophy discipline in training young people, although its scope, by account a number of variables, is limited. Nevertheless, the emancipatory role is perceived and internalized by the subjects, in that it provides a reflection on concepts and themes that permeate the debate on contemporary issues.
Palavras-chave: Ensino de filosofia
educação
emancipação
ensino médio
formação
Enseñanza de la filosofía
educación
emancipación
escuela secundaria
formación
Philosophy of education
educating
emancipation
critical theory
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: UNINOVE
Departamento: Educação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citação: Ramos, Paloma de França. O ensino de filosofia emancipa? perspectivas de egressos de uma escola da zona norte de São Paulo. 2015. 158 f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Educação) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bibliotecadigital.uninove.br/handle/tede/1191
Data de defesa: 21-Oct-2015
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Paloma De Franca Ramos.pdfPaloma de França Ramos1,87 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.