Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1739
Tipo do documento: Tese
Título: Práticas gestionárias de diretores na educação profissional: entre o gerencialismo e a gestão democrática
Título(s) alternativo(s): Management practices of directors in professional education: between managerialism and democratic management
Prácticas gestoras de directores en la educación profesional: entre el gerencialismo y la gestión democrática
Autor: Alves, Rosilda Maria 
Primeiro orientador: Lorieri, Marcos Antônio
Primeiro membro da banca: Lorieri, Marcos Antônio
Segundo membro da banca: Roggero, Rosemary
Terceiro membro da banca: Haas, Célia Maria
Quarto membro da banca: Camargo, Rubens Barbosa de
Quinto membro da banca: Carvalho, Celso do Prado Ferraz de
Resumo: A realização desta pesquisa tem, como principal relevância, abordar uma questão que é pouco discutida no sistema de educação profissional, que é o modelo de gestão que emerge das práticas dos diretores gerais, em especial, os que compõem o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI), tendo como objetivo geral analisar os perfis e as práticas de gestão dos diretores do IFPI, partindo dos pressupostos gerencialistas e democráticos. A administração escolar tem sido alvo de debates e discussões por diversos autores, na contemporaneidade e, atualmente, está no foco das discussões para a melhoria da educação no país. O problema da pesquisa é: Com qual dos dois modelos de gestão (gerencial ou democrático) as práticas gestionárias dos diretores dos campi do IFPI se identificam? Para o desenvolvimento desse estudo, buscou-se fundamentação teórica nos estudos de diversos autores, entre eles: Saviani (2007); Frigotto; Ciavatta e Ramos (2005, 2006), Kuenzer (2000,2007); Cunha (2000, 2002); Caires e Oliveira (2016); Vieira (2007, 2009); Cabral Neto e Castro (2011); Paro (1995, 1996, 2003). A pesquisa utilizou a abordagem metodológica qualitativa referendada na abordagem do ciclo de políticas, com pesquisa de campo, baseada em estudo de caso, como estratégia de investigação em função de sua adequação aos objetivos da pesquisa. As técnicas metodológicas utilizadas foram a entrevista, questionário, grupo de discussão e a análise documental, utilizando como fonte de análise os documentos gerados pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo IFPI. O foco da investigação foi pautado no contexto da prática, onde as políticas são constantemente reinterpretadas. Com base na pesquisa de campo, verificou-se que os diretores do IFPI têm uma prática gestionária mais voltada para a gestão gerencial. Destaca-se que o modelo de gestão democrática só é encontrado em alguns documentos institucionais. Os resultados dessa investigação revelam, assim, que o modelo gerencial está em destaque no IFPI devido haver formas específicas de regulação da educação profissional, expressas por meio de contratos de gestão, dos Relatórios de Gestão, do Plano de Desenvolvimento Institucional e até mesmo da atuação dos órgãos de controle externo. Mesmo que esses documentos apresentem com mais ênfase uma gestão gerencial, os diretores gerais, nos seus discursos, reforçam que utilizam a gestão democrática, mas, no contexto da prática, a gestão gerencial é que se evidencia nas ações dos diretores, pois eles procuram alcançar os resultados esperados pelo MEC e reitoria do IFPI. Espera-se, assim, que esta investigação possa contribuir para a melhoria da qualidade da educação profissional, tomando como referência as ações dos gestores, como busca constante de mudanças que possam se efetivar no interior da instituição estudada.
Abstract: The main purpose of this research is to address an issue that is little discussed in the professional education system, which is the management model that emerges from the practices of general directors, especially those that make up the Federal Institute of Education, Science and Tecnologia do Piauí (IFPI), with the general objective of analyzing the profiles and management practices of the IFPI directors, starting from the managerial and democratic assumptions. The school administration has been the subject of debates and discussions by several authors in the contemporary world and is currently the focus of discussions for the improvement of education in the country. The research problem is: Which of the two management models (managerial or democratic) do the management practices of IFPI camp directors identify? For the development of this study, we sought theoretical basis in the studies of several authors, among them: Saviani (2007); Frigotto; Ciavatta and Ramos (2005, 2006), Kuenzer (2000, 2007); Cunha (2000, 2002); Caires and Oliveira (2016); Vieira (2007, 2009); Cabral Neto and Castro (2011); Paro (1995, 1996, 2003). The research used the qualitative methodological approach in the policy cycle approach, with field research, based on a case study, as a research strategy based on its adequacy to the research objectives. The methodological techniques used were the interview, questionnaire, discussion group and documentary analysis, using as a source of analysis the documents generated by the Ministry of Education (MEC) and the IFPI. The focus of the research was set in the context of practice, where policies are constantly reinterpreted. Based on the field research, it was verified that the directors of the IFPI have a managerial practice more focused on the managerial management. It is noteworthy that the model of democratic management is only found in some institutional documents. The results of this research reveal, therefore, that the managerial model is highlighted in IFPI because there are specific forms of regulation of professional education, expressed through management contracts, Management Reports, Institutional Development Plan and even the performance of external control bodies. Even though these documents present more emphasis on managerial management, the general directors, in their speeches, reinforce that they use democratic management, but in the context of practice, managerial management is evident in the actions of directors, as they seek to achieve the results expected by the MEC and rector of the IFPI. It is hoped, therefore, that this research may contribute to the improvement of the quality of professional education, taking as a reference the actions of managers, as a constant search for changes that may take place within the institution studied.
La realización de esta investigación tiene, como principal relevancia, abordar una cuestión que es poco discutida en el sistema de educación profesional, que es el modelo de gestión que emerge de las prácticas de los directores generales, en especial, los que componen el Instituto Federal de Educación, Ciencia y Tecnología de Piauí (IFPI), teniendo como objetivo general analizar los perfiles y las prácticas de gestión de los directores del IFPI, partiendo de los presupuestos gerencialistas y democráticos. La administración escolar ha sido objeto de debates y discusiones por diversos autores, en la contemporaneidad y, actualmente, está en el foco de las discusiones para la mejora de la educación en el país. El problema de la investigación es: ¿Con cuál de los dos modelos de gestión (gerencial o democrático) las prácticas gestoras de los directores de los campus del IFPI se identifican? Para el desarrollo de este estudio, se buscó fundamentación teórica en los estudios de diversos autores, entre ellos: Saviani (2007); Frigotto; Ciavatta y Ramos (2005, 2006), Kuenzer (2000, 2007); Cunha (2000, 2002); Caires y Oliveira (2016); Vieira (2007, 2009); Cabral Neto y Castro (2011); Paro (1995, 1996, 2003). La investigación utilizó el enfoque metodológico cualitative que se refería en el abordaje del ciclo de políticas, con investigación de campo, basada en un estudio de caso, como estrategia de investigación en función de su adecuación a los objetivos de la investigación. Las técnicas metodológicas utilizadas fueron la entrevista, cuestionario, grupo de discusión y el análisis documental, utilizando como fuente de análisis los documentos generados por el Ministerio de Educación (MEC) y el IFPI. El enfoque de la investigación se basó en el contexto de la práctica, donde las políticas son constantemente reinterpretadas. Con base en la investigación de campo, se verificó que los directores del IFPI tienen una práctica gestionaria más orientada hacia la gestión gerencial. Se destaca que el modelo de gestión democrática sólo se encuentra en algunos documentos institucionales. Los resultados de esta investigación revelan, así, que el modelo gerencial está en destaque en el IFPI debido a que existen formas específicas de regulación de la educación profesional, expresadas por medio de contratos de gestión, de los Informes de Gestión, del Plan de Desarrollo Institucional e incluso de la actuación de los órganos de control externo. A pesar de que estos documentos presentan con más énfasis una gestión gerencial, los directores generales, en sus discursos, refuerzan que utilizan la gestión democrática, pero, en el contexto de la práctica, la gestión gerencial es que se evidencia en las acciones de los directores, pues ellos buscan alcanzar los resultados esperados por el MEC y la rectoría del IFPI. Se espera que esta investigación pueda contribuir a la mejora de la calidad de la educación profesional, tomando como referencia las acciones de los gestores, como búsqueda constante de cambios que puedan realizarse en el interior de la institución estudiada.
Palavras-chave: gestão democrática
gestão gerencialista
práticas gestionárias
gestores
educação profissional
democratic management
managerial management
management practices
managers
professional education
gestión democrática
gestión gerencialista
prácticas de gestión
gestores
educación profesional
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: UNINOVE
Departamento: Educação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citação: Alves, Rosilda Maria. Práticas gestionárias de diretores na educação profissional: entre o gerencialismo e a gestão democrática. 2017. 228 f. Tese( Programa de Pós-Graduação em Educação) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1739
Data de defesa: 29-Nov-2017
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Rosilda Maria Alves.pdfRosilda Maria Alves2,08 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.