???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/2025
Tipo do documento: Tese
Título: Pássaros sem asas: uma compreensão sobre a educação em prisões
Título(s) alternativo(s): Birds without wings: an understanding about prison education
Autor: Oliveira, Andréa dos Santos 
Primeiro orientador: Almeida, Cleide Rita Silvério de
Primeiro membro da banca: Almeida, Cleide Rita Silvério de
Segundo membro da banca: Rodrigues, Maria Lucia
Terceiro membro da banca: Gimenez, Roberto
Quarto membro da banca: Severino, Antonio Joaquim
Quinto membro da banca: Silva, Maurício Pedro da
Resumo: O presente trabalho aborda a educação nas prisões e tem por objeto de estudo a compreensão sobre os limites e possibilidades de desenvolvimento humano do estudante em situação de privação de liberdade. Para tanto, seus objetivos foram: analisar limites e possibilidades de desenvolvimento humano de detentos estudantes, por meio do entendimento da estrutura, funcionamento, normas, regras, conjuntura e relações da prisão e da escola, bem como, por meio da voz dos participantes, verificar como ocorre o trabalho pedagógico e compreender como a educação se processa. A hipótese traçada foi que o ambiente de regras e disciplinas rígidas se destaca na escola da prisão, o que limita os objetivos da educação e, em consequência, as possibilidades de desenvolvimento humano. O quadro teórico apoiou-se no pensamento complexo de Edgar Morin, evidenciando as categorias compreensão e incompreensão, em diálogo com o personalismo de Emmanuel Mounier. A metodologia referenciou-se em fontes de natureza bibliográfica e documental. Trata-se de pesquisa com abordagem qualitativa na análise dos resultados, que teve como procedimento a realização de entrevistas semiabertas com estudantes e professores da unidade prisional Centro de Detenção Provisória II – ASP Paulo Gilberto de Araújo de Chácara Belém II, no município de São Paulo. Foi também observado o contexto da unidade que interage com a escola e sua dinâmica, como é o caso da relação com profissionais, ambientes e espaços. Os resultados da pesquisa revelaram que a incompreensão impera nos ambientes e nas relações da escola da prisão e que, apesar da compreensão dos detentos estudantes sobre a importância de se desenvolver e de construir um projeto de vida, as políticas não são oferecidas adequadamente e as ações de preconceito, poder e violência física e moral impossibilitam-nos de se transformarem; em meio a tantas dificuldades, os professores são os únicos que apoiam os detentos em seu desenvolvimento, por meio do afeto e da compreensão.
Abstract: The present work discusses the education in the prisons and has as object of study the comprehension about the limits and possibilities of human development of the student in the context of deprivation of liberty. For this purpose, it has two objectives: to analyse the limits and possibilities of the human development in inmate-students, by means of the understanding of the structure, functioning, norms, rules, scenario and relations of the prison and the school, as well as to verify how the pedagogical work takes place and to comprehend how the process of education occurs through the vision of its participants. In this way, the formulated hypothesis is that the environment of rules and strict disciplines stands out in the school in prison, which restricts the aims of education and, as a result, the possibilities of human development. The theoretical framework is based on the complex thinking of Edgar Morin, demonstrating the categories of comprehension and incomprehension and dialogued with the Personalism of Emmanuel Mounier. The methodology refers to sources of documental and bibliographic nature and has, as developed procedure, the holding of semi-structured interviews with students and teachers of the prison unit Provisional Detention Center II – ASP Paulo Gilberto de Araújo de Chácara Belém II, in the city of São Paulo. It was also possible to observe the context of the facility that interacts with the school and its dynamics, which is the case of the relation between professionals, prison milieu and surroundings. The final outcome showed that incomprehension holds sway over the ambiance and prison education and, despite the perception of the inmates-students about the importance of building a life project and self-development, the political tools are not properly offered and discrimination, structure of power and physical and moral violence render their ability to grow impossible; and the teachers, even in the middle of adversity, are the only ones who support their progress, by offering them sympathy and understanding.
El presente trabajo aborda la educación en las prisiones y tiene por objeto de estudio la comprensión sobre los límites y posibilidades de desarrollo humano del estudiante en situación de privación de libertad. Así, los objetivos fueran: analizar límites y posibilidades de desarrollo humano de reclusos estudiantes, por medio del entendimiento de la estructura y funcionamiento, normas, reglas, coyuntura y relaciones de la prisión y de la escuela, así como verificar cómo ocurre el trabajo pedagógico y comprender como la educación se construye, por medio de la voz de los participantes. De esta manera, la hipótesis formulada es que el ambiente de reglas y disciplinas rígidas se destaca en la escuela de la prisión, lo que limita los objetivos de la educación y, por lo tanto, las posibilidades de desarrollo humano. El marco teórico se apoyó en el pensamiento complejo de Edgar Morin, evidenciando las categorías comprensión e incomprensión y dialogó con el personalismo de Emmanuel Mounier. La metodología se referenció en fuentes de naturaleza bibliográfica y documental y tuvo como procedimiento de pesquisa con estudiantes y profesores, la realización de entrevistas semi-abiertas en la unidad prisionera Centro de Detención Provisional II – ASP Paulo Gilberto de Araújo de Chácara Belém II, en el municipio de São Paulo. Es posible también observar el contexto del centro penitenciario que interactúa con la escuela y su dinámica, como es el caso de la relación con los profesionales, ambientes y espacios. El resultado reveló que la incomprensión impera en los ambientes y en las relaciones de la escuela de la prisión y que, a pesar de la comprensión de los detenidos estudiantes sobre la importancia de construir un proyecto de vida y desarrollarse, las políticas no les son ofrecidas adecuadamente y las acciones de prejuicio, el poder y la violencia física y moral los imposibilitan de transformarse; y los profesores, en medio de tantas dificultades, son los únicos que los apoyan en su desarrollo, por medio de la empatía y la comprensión
Palavras-chave: educação nas prisões
pensamento complexo
compreensão
education in prisons
complex thinking
comprehension
educación en las cárceles
pensamiento complejo
la comprensión
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: UNINOVE
Departamento: Educação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citação: Oliveira, Andréa dos Santos. Pássaros sem asas: uma compreensão sobre a educação em prisões. 2019. 264 f. Tese( Programa de Pós-Graduação em Educação) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/2025
Data de defesa: 29-Mar-2019
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Andréa dos Santos Oliveira.pdfAndréa dos Santos Oliveira5,94 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.