Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/391
Tipo do documento: Dissertação
Título: A experiência de ser professor da eja: sentidos e significados.
Título(s) alternativo(s): The experience of being a teacher of eja: meanings.
Autor: Cortada, Silvana de Oliveira 
Primeiro orientador: Dias, Elaine Teresinha Dal Mas
Primeiro membro da banca: Lorieri, Marcos Antonio
Segundo membro da banca: Roggero, Rosemary
Terceiro membro da banca: Almeida, Cleide Rita Silvério de
Resumo: A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é um segmento da educação básica marcado pela heterogeneidade de seus contextos e atores. Dessa diversidade, surge a inquietação em descobrir se o sujeito-professor, desse segmento, possui características peculiares que o diferencia dos demais docentes. Em decorrência disso, passa-se a estudar a presença da subjetividade nas falas dos professores empregando, fundamentalmente, a concepção de sujeito da Teoria da Complexidade de Edgar Morin. Esta dissertação investiga as influências dessas singularidades no direcionamento do fazer educativo e como esse sujeito-professor se organiza e se manifesta nas relações interpessoais. Delineia o território onde a Educação de Jovens e Adultos se efetiva e apresenta os protagonistas nela inseridos. Como metodologia, apresenta pesquisa qualitativa que versa sobre a análise de depoimentos acolhidos de professores atuantes em diferentes instituições de ensino e o caminho percorrido, com seus acessos e entraves, para o desenvolvimento dos procedimentos. Parte da pergunta norteadora o que é ser professor da EJA, que ofereceu subsídios para o entendimento da maneira como ele vê a si mesmo e o outro nas relações sócio-educativas e verifica como esse mesmo professor compreende e conduz o seu trabalho pedagógico em sala de aula, na tentativa de atender as necessidades pedagógicas dos alunos e o quanto isso reflete em eficácia ou possível melhora do seu modo de ensinar. Concluiu-se que dar voz ao professor favoreceu a manifestação dos sentimentos e emoções, das certezas e incertezas, dos valores e crenças, das limitações e acertos, das alegrias e angústias, das preferências e desinteresses e o entendimento da peculiar maneira de cada um direcionar seu fazer educativo anunciando, assim, o sentido e significado de sua trajetória na EJA. Chegou-se à resposta de que a solidariedade, altruísmo e afetividade são marcas identitárias comuns a esses professores, sujeitos abstraídos de suas histórias de vida, com verdades objetivas interiorizadas como realidade subjetiva.
Abstract: EJA is a branch of basic education marked by the heterogeneity of its contexts and actors. Such diversity prompts the eagerness to bring to light if the teacher-subject working in that branch has singular features that may differentiate him from other types of professoriate. Consequently, it is necessary to study subjectivity in the teacher s speeches mainly by applying the concept of subject from the Theory of Complexity by Edgar Morin. The present dissertation investigates the influences of such singularities on the orientation of educative action and how the teacher-subject organizes himself and expresses himself in interpersonal relations. This work also outlines the territory where Youth and Adult Education is put into effect and presents the key protagonists within such Education. The methodology adopted presents a qualitative research on the analysis of testimonies from teachers working at different educational institutions and on the strides made in developing educational procedures, giving consideration to its obstacles and advances. It starts with the guiding question what is the EJA teacher? , which helps to understand how he perceives himself and the other in socio-educative activities and helps to verify how the teacher understands and directs his pedagogic work in the classroom while trying to address the pedagogic needs of his students and how efficient such an approach is or how much his teaching skills improve. The study comes to the conclusion that giving voice to the teacher fosters the expression of feelings and emotions, of certainties and uncertainties, of values and beliefs, of limitations and skills, joy and afflictions, preferences and indifference, as well as the understanding of the particular manner each teacher has to direct his educative action, thereby revealing the orientation and meaning of his experience in EJA. The dissertation infers that solidarity, altruism and affection are common identifying features of those teachers, subjects abstracted from their life histories, with objective truths interiorized as subjective reality.
Palavras-chave: Educação de Jovens e Adultos
Educação Subjetividade
Educação Complexidade
Youth and Adult Education
Education Subjetivity
Education Complexity
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: Uninove
Departamento: Educação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citação: CORTADA, Silvana de Oliveira. The experience of being a teacher of eja: meanings.. 2009. 122 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Nove de Julho, São Paulo, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/391
Data de defesa: 26-Mar-2009
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
B_SILVANA DE OLIVEIRA CORTADA.pdf333,72 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.