???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/2007
Tipo do documento: Dissertação
Título: Sensibilidade e educação segundo o Emílio, de Rousseau
Título(s) alternativo(s): Sensitivity and education according to Rousseau's Emile
Sensibilidad y educación según el Emilio, de Rousseau
Autor: Marcondes, Moisés 
Primeiro orientador: Severino, Antonio Joaquim
Primeiro membro da banca: Severino, Antonio Joaquim
Segundo membro da banca: Lorieri, Marcos Antônio
Terceiro membro da banca: Francisco, Maria de Fátima Simões
Quarto membro da banca: Almeida, Cleide Rita Silvério de
Quinto membro da banca: Boto, Carlota
Resumo: A presente dissertação objetiva demonstrar a relação entre a sensibilidade e a Educação, por meio de pesquisa qualitativa e de cunho filosófico a partir do Emílio, de Jean Jacques Rousseau, no qual o autor define o mundo sensível desde a infância como meio experiencial para conhecer as necessidades legítimas diferenciando-as das supérfluas, permite, portanto, que se problematize essa dimensão sensível no seu pensamento e qual é o seu papel na educação. A hipótese se refere à existência de elementos sensíveis/estéticos que perpassam toda sua obra e, portanto, a importância de sua pesquisa e relevância para a educação no que toca ao conhecimento e apreensão de conceitos a partir da sensibilidade da criança. O objetivo geral é explicitar esses elementos estéticos que, de acordo com a obra do autor genebrino, atuam na educação – sendo norteadores, no conjunto de saberes que objetivam demonstrar a partir da educação do protótipo Emílio, dos fundamentos na infância até doze anos – evidenciando especificamente que a sensibilidade não está à parte da educação da criança, mas deve ser um guia para resgatar preceitos naturais para se viver em sociedade. Considera-se, portanto, o pensamento do autor juntamente à sua elaboração filosófica/antropológica como referencial teórico para esta formulação. Espera-se como resultado do trabalho, colaborar com subsídios teóricos para a compreensão do papel da estética na educação infantil.
Abstract: The present dissertation aims at demonstrating the relationship between sensitivity and education, through a qualitative and philosophical research from Emílio, by Jean Jacques Rousseau, in which the author defines the sensitive world from childhood as an experiential means to know the legitimate needs, differentiating them from superfluous ones, allows us to problematize this sensitive dimension in our thinking and what is its role in education. The hypothesis refers to the existence of sensitive / aesthetic elements that permeate all his work and, therefore, the importance of his research and relevance to education in terms of knowledge and apprehension of concepts based on the sensitivity of the child. The general objective is to make explicit those aesthetic elements that, according to the work of the Genevan author, work in education - being guides, in the set of knowledges that aim to demonstrate from the education of the Emilio prototype, from childhood fundamentals up to twelve years - specifically that sensitivity is not apart from the education of the child, but should be a guide to rescue natural precepts to live in society. It is therefore considered the author's thought along with his philosophical / anthropological elaboration as a theoretical reference for this formulation. It is hoped as a result of the work, to collaborate with theoretical subsidies for the understanding of the role of aesthetics in childhood education.
La presente disertación objetiva demostrar la relación entre la sensibilidad y la educación, por medio de investigación cualitativa y de cuño filosófico a partir del Emilio, de Jean Jacques Rousseau, en el que el autor define el mundo sensible desde la infancia como medio experiencial para conocer las necesidades legítimas diferenciándolas de las superfluas, permite, por lo tanto, que se problematiza esa dimensión sensible en su pensamiento y cuál es su papel en la educación. La hipótesis se refiere a la existencia de elementos sensibles / estéticos que atraviesan toda su obra y, por lo tanto, la importancia de su investigación y relevancia para la educación en lo que toca al conocimiento y aprehensión de conceptos a partir de la sensibilidad del niño. El objetivo general es explicitar esos elementos estéticos que, de acuerdo con la obra del autor genebrino, actúan en la educación-siendo orientadores, en el conjunto de saberes que objetivan demostrar a partir de la educación del prototipo Emilio, de los fundamentos en la infancia hasta doce años - evidenciando específicamente que la sensibilidad no está aparte de la educación del niño, sino que debe ser una guía para rescatar preceptos naturales para vivir en sociedad. Se considera, pues, el pensamiento del autor junto a su elaboración filosófica / antropológica como referencial teórico para esta formulación. Se espera como resultado del trabajo, colaborar con subsidios teóricos para la comprensión del papel de la estética en la educación infantil.
Palavras-chave: filosofia
estética
Emílio
educação
sensibilidade
philosophy
aesthetics
Emilio
education
sensitivity
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: UNINOVE
Departamento: Educação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citação: Marcondes, Moisés. Sensibilidade e educação segundo o Emílio, de Rousseau. 2018. 99 f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Educação) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/2007
Data de defesa: 28-Mar-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Moisés Marcondes.pdfMoisés Marcondes789,66 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.