???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/2243
Tipo do documento: Dissertação
Título: As práticas da progressão continuada como produtoras do lumpemproletariado
Título(s) alternativo(s): The practices of continued progression as producers of lumpemproletariat
Autor: Melo, Emanuel Lucas Batista de 
Primeiro orientador: Roggero, Rosemary
Primeiro membro da banca: Roggero, Rosemary
Segundo membro da banca: Franco, Francisco Carlos
Terceiro membro da banca: Cavalcanti, Patrícia Aparecida Biotto
Quarto membro da banca: Giovinazzo Júnior, Carlos Antônio
Quinto membro da banca: Teixeira, Rosiley Aparecida
Resumo: Este trabalho tem por objeto de estudo as práticas da progressão continuada adotadas na rede estadual de educação de São Paulo. Partindo dele, emergiram algumas inquietações que motivaram e direcionaram o desenvolvimento desta pesquisa: até que ponto políticas educacionais, tais como o sistema de ciclos e sua progressão continuada, além de contribuírem para a má qualidade do ensino público, possibilitam a formação de cidadãos futuramente marginalizados do mercado de trabalho e sociedade? Com o questionamento apresentado, delimitou- se, como objetivo principal, analisar a influência das práticas relativas à progressão continuada na escola pública paulista à formação e desenvolvimento do fenômeno social denominado de lumpemproletariado. Para tanto, os seguintes objetivos específicos foram elencados: descrever a organização do sistema escolar em ciclos e, nele, a progressão continuada, como propostas na legislação em vigor; levantar os procedimentos administrativos e pedagógicos relativos à organização do sistema escolar em ciclos e, particularmente, à progressão continuada; identificar as consequências negativas das práticas decorridas do sistema escolar em ciclos e da progressão continuada implantada no ensino público do estado de São Paulo; e analisar como essas práticas se tornam excludentes, podendo gerar o lumpemproletariado. Partindo dos objetivos apresentados, a pesquisa foi então desenvolvida segundo uma abordagem qualitativa, cujos dados foram levantados por meio de análise documental, observação participante e retratos sociológicos. Como universo da pesquisa, definiu-se uma escola estadual de Ensino Fundamental I e II, pertencente à Diretoria Centro da cidade de São Paulo, tendo-se, como sujeitos, o corpo docente responsável pelas turmas de 9º ano e cinco alunos dessa série. Como referencial teórico, o trabalho foi fundamentado pelos conceitos de sociedade, cultura e formação da Teoria Crítica da Escola de Frankfurt, especialmente em Adorno, Ciclo das Políticas Públicas de Stephen Ball e colaboradores; e problemas derivados do capitalismo, por Zygmunt Bauman e Ruy Braga. Após a realização dos procedimentos empíricos e análise, constatou-se que, dada a genericidade dos textos legislativos que regulamentam e dão instruções acerca da progressão continuada, bem como a falta de poder sobre seu cumprimento por parte das equipes de especialistas das unidades escolares, essa política pública é praticada de modos distintos, variando de professor para professor, não atingindo seu propósito e possibilitando que alunos passem pela escolarização sem que, para isso, adquiram as habilidades e competências necessárias e indicadas pelo próprio currículo da rede. Por isso, vem sendo escolarizada uma massa de população potencialmente excluída do mercado de trabalho, chamada de moderno lumpemproletariado. Como principal intervenção da pesquisa, recomenda- se que haja uma revisão nesses textos de modo que as práticas da progressão continuada sejam expressas de forma detalhada, além da criação de meios que possibilitem que as equipes de especialistas façam o acompanhamento efetivo sobre a observância dessas práticas por parte do corpo docente, podendo dar tratamento administrativo a quem, porventura, insistir em negligenciá-los. Essa recomendação não visa autoritarismo, mas a garantia do direito de acesso ao currículo e às aprendizagens básicas aos estudantes, o que, se não puder ser considerado uma formação emancipadora numa sociedade que também não é emancipada, possa ao menos impedir a exclusão, sem mediações.
Abstract: This work aims to study the practices of continued progression adopted in the state education network of São Paulo. From it, some concerns emerged that motivated and directed the development of this research: how far the educational policies, such as the cycle system and its continued progression, in addition to contributing to the poor quality of public education, enable the formation of future marginalized citizens of the labor market and society? With the questioning presented, the main objective was to analyze the influence of practices related to the continued progression in São Paulo public schools to the formation and development of the social phenomenon called lumpenproletariat. For that, the following specific objectives were listed: to describe the organization of the school system in cycles and, in it, the continued progression, as proposed in the current legislation; to survey the administrative and pedagogical procedures related to the organization of the school system in cycles and, in particular, to continued progression; to identify the negative consequences of the practices resulting from the school system in cycles and the continued progression implemented in public education in the state of São Paulo; and to analyze how these practices become excluding, which can generate lumpenproletariat. Starting from the presented objectives, the research was then developed according to a qualitative approach, whose data were collected through document analysis, participant observation and sociological portraits. As a universe of research, a state elementary school I and II was defined, belonging to the São Paulo’s Centre School Board, with the teaching staff responsible for the 9th grade classes and five students in this series as subjects. As a theoretical reference, the work was based on the concepts of society, culture and formation of the Critical Theory of the Frankfurt School, especially in Adorno, Cycle of Public Policies by Stephen Ball and collaborators; and problems derived from capitalism, by Zygmunt Bauman and Ruy Braga. After carrying out the empirical procedures and analysis, it was found that, given the genericity of the legislative texts that regulate and give instructions about the continued progression, as well as the lack of power over its compliance by the teams of specialists from the school units, this public policy is practiced in different ways, varying from teacher to teacher, not achieving its purpose and allowing students to go through school without, for that, acquiring the necessary skills and competences indicated by the network's own curriculum. For this reason, a mass of population potentially excluded from the labor market, called the modern lumpenproletariat, has been educated. As the main research intervention, it is recommended that there be a review of these texts so that the practices of continued progression are expressed in a detailed manner, in addition to the creation of means that allow teams of specialists to effectively monitor the observance of these practices. by the teaching staff, being able to give administrative treatment to anyone who may insist on neglecting them. This recommendation does not aim at authoritarianism, but at guaranteeing the right of students to access the curriculum and basic learning, which, if it cannot be considered an emancipatory formation in a society that is also not emancipated, can at least prevent exclusion, without mediation.
Este trabajo tiene como objetivo estudiar las prácticas de progresión continua adoptadas en la red de educación estatal de São Paulo. A partir de él, surgieron algunas preocupaciones que motivaron y dirigieron el desarrollo de esta investigación: la medida en que las políticas educativas, como el sistema del ciclo y su progresión continua, además de contribuir a la mala calidad de la educación pública, permiten la formación de futuros ciudadanos marginados del mercado laboral y la sociedad? Con el cuestionario presentado, el objetivo principal era analizar la influencia de las prácticas relacionadas con la progresión continua en las escuelas públicas de São Paulo a la formación y desarrollo del fenómeno social llamado lumpemproletariat. Para ello, se enumeraron los siguientes objetivos específicos: describir la organización del sistema escolar en ciclos y, en él, la progresión continua, como se propone en la legislación vigente; examinar los procedimientos administrativos y pedagógicos relacionados con la organización del sistema escolar en ciclos y, en particular, con la progresión continua; identificar las consecuencias negativas de las prácticas resultantes del sistema escolar en ciclos y la progresión continua implementada en la educación pública en el estado de São Paulo; y analizar cómo estas prácticas se vuelven exclusivas, pudiendo generar lumpemproletariado. A partir de los objetivos presentados, la investigación se desarrolló de acuerdo con un enfoque cualitativo, cuyos datos se recopilaron mediante análisis de documentos, observación participante y retratos sociológicos. Como universo de investigación, se definió una escuela primaria estatal I y II,perteneciente a la Junta del Centro de la Ciudad de São Paulo, con el personal docente responsable de las clases de noveno grado y cinco estudiantes de esta serie como asignaturas. Como referencia teórica, el trabajo se basó en los conceptos de sociedad, cultura y formación de la Teoría Crítica de la Escuela de Frankfurt, especialmente en Adorno, Ciclo de Políticas Públicas de Stephen Ball y colaboradores; y problemas derivados del capitalismo, por Zygmunt Bauman y Ruy Braga. Después de llevar a cabo los procedimientos y análisis empíricos, se descubrió que, dada la generosidad de los textos legislativos que regulan y dan instrucciones sobre la progresión continua, así como la falta de poder sobre su cumplimiento por parte de los equipos de especialistas de las unidades escolares, esto La política pública se practica de diferentes maneras, variando de un maestro a otro, no logrando su propósito y permitiendo a los estudiantes ir a la escuela sin, para ello, adquirir las habilidades y competencias necesarias indicadas por el propio plan de estudios de la red. Por esta razón, se ha educado a una masa de población potencialmente excluida del mercado laboral, llamada lumpemproletariado moderno. Como la principal intervención de investigación, se recomienda que se realice una revisión de estos textos para que las prácticas de progresión continua se expresen en detalle, además de la creación de medios que permitan a los equipos de especialistas monitorear efectivamente la observancia de estas prácticas. por parte del personal docente, pudiendo dar tratamiento administrativo a cualquiera que insista en descuidarlos. Esta recomendación no apunta al autoritarismo, sino a garantizar el derecho de los estudiantes a acceder al plan de estudios y al aprendizaje básico, que, si no puede considerarse una formación emancipadora en una sociedad que tampoco está emancipada, al menos puede evitar la exclusión sin mediación.
Palavras-chave: progressão continuada
políticas públicas
moderno lumpemproletariado
continued progression
public policy
modern lumpenproletariat
progresión continua
políticas públicas
lumpemproletariado moderno
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Nove de Julho
Sigla da instituição: UNINOVE
Departamento: Educação
Programa: Programa de Mestrado em Gestão e Práticas Educacionais
Citação: Melo, Emanuel Lucas Batista de. As práticas da progressão continuada como produtoras do lumpemproletariado. 2020. 118 f. Dissertação( Programa de Mestrado em Gestão e Práticas Educacionais) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/2243
Data de defesa: 30-Mar-2020
Appears in Collections:Programa de Mestrado em Gestão e Práticas Educacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Emanuel Lucas Batista de Melo.pdfEmanuel Lucas Batista de Melo2,29 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.